Perda da libido: 7 razões mais comuns que afetam homens e mulheres

A perda de libido ocorre, tanto em homens quanto em mulheres, por vários motivos

A falta de libido se tornou um problema bastante comum, tanto entre os homens quanto entre as mulheres. Com isso, o bem-estar e a felicidade dos casais têm sido cada vez mais comprometida. Portanto, o SaúdeLab vai te apresentar as 7 razões mais comuns para a perda de libido em homens e mulheres.

À primeira vista, muitas pessoas podem encarar a perda de libido como um problema simples. Entretanto, para muitos casais, ela afeta o relacionamento. Ademais, dependendo das causas no homem ou na mulher, a falta de libido pode representar um problema de saúde, o qual precisa ser levado a sério.

O que significa ter ou não ter libido?

De maneira geral, a libido é um termo que se refere ao desejo ou vontade de fazer sexo. Logo, quando a pessoa está com a libido alta, significa que o seu desejo por sexo maior. Enquanto isso, a pessoa com a libido baixa, não expressa esse desejo, dando preferência por outras atividades aleatórias.

A princípio, a libido é algo natural do ser humano, mas ela se desenvolve e se apresenta de formas diferentes nos homens e nas mulheres. Ou seja, os fatores que influenciam na alta ou baixa da libido são diferentes do homem para a mulher. Dessa forma, membros de um casal com níveis de libidos diferentes podem enfrentar problemas em seu relacionamento, visto que o desejo sexual de um não corresponde com o do outro.

Perda da libido: 7 razões mais comuns que afetam homens e mulheres
Perda da libido: 7 razões mais comuns que afetam homens e mulheres. Foto: Canva PRO

Principais motivos da perda de libido

  1. Problemas hormonais: geralmente, a baixa da testosterona em homens é um grande fator para a queda da libido masculina. Contudo, os hormônios também possuem essa influência nas mulheres, como em casos de hipotireoidismo.
  2. Doenças psiquiátricas: a ansiedade, depressão e outros problemas psiquiátricos influenciam muito nos níveis de libido, tanto no homem quanto na mulher.
  3. Uso de medicamentos: infelizmente, alguns dos remédios empregados em casos de depressão e ansiedade também podem causar a perda de libido. Contudo, esse problema se estende para outros tipos de medicamentos, como diuréticos e anabolizantes.
  4. Problemas psicológicos: as experiências de vida da pessoa influenciam muito no modo de vida e na saúde da pessoa. Com isso, se uma mulher ou homem já sofreu algum tipo de trauma ou abuso sexual, se teve muito contato com pornografia, ou se sua autoestima sempre foi baixa, a libido dela pode ser afetada no futuro.
  5. Situações rotineiras: assim como as experiências de vida, a rotina também pode interferir nos níveis de libido da pessoa. Ou seja, o estresse e cansaço, problemas no trabalho ou com a família, e quaisquer tipos de infelicidades do dia a dia podem causar a perda de libido.
  6. Disfunção erétil: apesar de ser um problema masculino muito comum, a disfunção erétil acaba frustrando muitos homens e atrapalhando a performance deles. Com isso, a libido deles pode acabar caindo.
  7. Doenças neurológicas: o sistema límbico e a área frontal do cérebro possuem ligação com a libido. Logo, doenças como Parkinson, AVC e Alzheimer podem interferir severamente.

Como lidar com a falta de libido?

Se seu parceiro está sofrendo com esse problema, é muito importante que você tente ser compreensivo com ele, e acompanhe ele em busca de uma solução. No caso, para tentar solucionar esse problema, é importante buscar o atendimento médico especializado. Esse pode variar de acordo com a raiz do problema, podendo ser necessário consultar um endocrinologista, urologista, psiquiatra e outros.

Leia mais: Conheça 16 dicas para aumentar a libido feminina sem muito esforço

Triptofano: para que serve? Este aminoácido desempenha diversas funções cruciais para o bom funcionamento do nosso organismo. Dentre eles, podemos destacar:

  • Ajuda na construção e manutenção da massa muscular;
  • Participa do processo de produção de melatonina (hormônio do sono) e serotonina (neurotransmissor importante para a regulação do humor e bem-estar);
  • Auxilia no controle do apetite;
  • Contribui para a boa memorização.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitarconsulte Mais informação