Reflexologia Podal: para que serve? Veja 7 benefícios para seu bem-estar

Entenda como a reflexologia pode beneficiar a sua saúde com alívio das dores musculares

Originária de tratamentos chineses que remontam à 4000 a.C., a reflexologia podal é uma alternativa complementar que promete aliviar dores físicas e problemas relacionados ao estresse e à ansiedade. Todavia, seus benefícios vão muito além. Assim, veja hoje no SaúdeLab tudo o que a sua saúde pode ganhar através da famosa massagem terapêutica nos pés.

No Brasil, ela é reconhecida como terapia complementar pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e deve ser realizada por um reflexoterapeuta especialista, o qual precisa possuir experiência em lidar com os pontos de reflexo e terminações nervosas dos pés.

Desse modo, a partir da pressão feita em determinados locais na região plantar, o profissional pode realizar um tratamento parcial de determinados problemas de saúde gerando bem-estar.

Entendendo a reflexologia podal

A reflexologia podal é feita a partir da pressão sobre determinados pontos da região plantar dos pés. Nesse sentido, o profissional que realiza esse tipo de tratamento, deve conhecer bem o mapa dos pés, que é a ligação entre determinadas áreas desta parte do corpo e a coluna, ou órgãos internos como pâncreas, pulmões e rins.

Assim, a partir da reflexologia podal, o terapeuta pode equilibrar a energia do corpo. Logo, consegue tratar e evitar o surgimento de doenças e problemas de saúde. Dessa forma, a massagem que é feita em cada um dos pontos dos pés correspondentes aos órgãos do corpo, ele acaba estimulando o processo de cura.

pés com pontos da reflexologia podal
Veja alguns pontos da Reflexologia Podal – Adaptação Canva Pro

Os benefícios da reflexologia nos pés

Alívio das dores no corpo

Esse é o benefício mais famoso dessa técnica. A reflexologia podal pode combater diversos tipos de dores no corpo, como dores na coluna, cabeça ou nas articulações. Nesse sentido, ela pode ser uma alternativa para substituir ou diminuir o uso de medicamentos analgésicos feito pelo paciente, os quais, com o tempo, podem acabar causando dependência.

Melhora do sistema respiratório

O mapa dos pés apresenta alguns pontos que estão ligados diretamente ao nosso sistema respiratório. Dessa forma, a terapia complementar pode ser uma opção de tratamento para pessoas que sofrem de problemas como asma, bronquite, sinusites e outras doenças respiratórias.

Acelera o metabolismo

Por ser interconectado com o sistema digestivo, o mapa dos pés também proporciona alívio de problemas nessa região e faz com que os nutrientes sejam absorvidos pelo organismo de forma mais rápida. Nesse sentido, a reflexologia acaba estimulando o metabolismo, fazendo com que isso se reflita em diversos outros ganhos, como perda de peso, de gordura corporal e a diminuição da retenção de líquidos.

Ademais, esse tipo de tratamento deve ser acompanhado de uma dieta nutricional específica.

Alivia o estresse e os problemas emocionais

Além de se comunicar com o sistema nervoso central, a reflexologia nos pés também estimula a produção de hormônios que regulam o humor. Dessa forma, esse tipo de terapia pode ser utilizado para equilibrar questões emocionais, como o estresse e a fadiga provenientes do cansaço do dia a dia. Nesse caso, esse processo também pode auxiliar na diminuição do uso de medicamentos para tais tipos de problemas.

Equilibra casos de ansiedade

Por interagir com os hormônios responsáveis pelo humor e promover uma sensação de relaxamento, a reflexologia também pode ser útil como terapia complementar para casos de ansiedade, e tem mostrado resultados bem satisfatórios nesse sentido, de acordo com pesquisas recentes.

Diminui a enxaqueca

As pessoas que sofrem se cefaleia ou enxaqueca também podem se beneficiar muito da reflexologia podal, pois esta acaba diminuindo a intensidade e a quantidade de dores ao longo do tempo.

Elimina as toxinas do organismo

A reflexologia podal também ajuda na desintoxicação do organismo. Tal fato ocorre através do estímulo de pontos relacionados ao sistema digestivo, à circulação sanguínea e aos rins. Assim, ao lado de uma boa alimentação e outras terapias, esse tipo de trabalho pode equilibrar as funções de filtragem do nosso organismo, eliminando as toxinas.

Nesse sentido, o tratamento é recomendado para pessoas que estão em processo de reeducação alimentar ou de abandono do uso de álcool.

Contraindicações do tratamento

A reflexologia podal estimula diretamente a frequência cardíaca e a distribuição de sangue pelo organismo. Por isso, ela pode causar transtornos e deve ser evitada por pacientes que sofrem de diabetes, dermatites, varizes expostas, trombose, bem como por indivíduos que fazem uso de marca-passo ou mulheres grávidas.

Leia mais: O que é Reiki e como ele funciona? Quais são os seus princípios e significados?