O que Comer e o que Não Comer Quando Você Está em Estresse?

estresse

Todo dia é um estresse? A solução pode estar na sua alimentação. Veja o que os alimentos podem fazer pelo seu bem-estar

Se você é daquelas pessoas que já acorda de mau humor e passa o dia todo pensando no final de semana, com certeza você está com estresse. O sintoma faz parte de diversas doenças, mas também pode se instaurar por outros vícios do dia a dia.

Uma das coisas que causa estresse no nosso corpo é a comida. Quer um exemplo? Quando você come demais em uma churrascaria e depois fica horas enjoado, com dor de estômago e aquela sensação de peso. Pior ainda, quando você se sente culpado por tudo que come.

Existem também alimentos para diminuir o estresse, como os chás de melissa e camomila e aqueles clássicos sucos de maracujá. São alimentos que acalmam nosso sistema digestivo e, por consequência, a nossa mente.

Se alimentar bem faz toda a diferença para evitar o estresse e a fadiga. O problema é saber o equilíbrio, principalmente entre o que dá energia, como o café, e o que acalma.

Como lidar com o estresse?

como lidar com o estresse

Tudo que é demais faz mal e essa é a primeira regra. Quando estamos estressados demais é, muitas vezes, porque a vida está muito acelerada. Por isso, antes de tentar uma reeducação alimentar, busque organizar a sua rotina. Isso permitirá a você que visualize seus horários de refeição e descanso.

É muito importante saber quando comemos e descansamos, pois são essas pausas que garantirão nosso bem-estar geral. Comer mal, pular refeições e dormir poucas horas resulta em inúmeros problemas de saúde, até mesmo doenças mais graves.

A longo prazo, você poderá comprometer órgãos relevantes. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), 7 entre 10 doenças modernas estão relacionadas ao estado de nervosismo.

Quais os sintomas de estresse?

Como sei se estou estressado? É simples, os sintomas são mais que aparentes. Eles incluem alterações bruscas de humor, como irritação excessiva e agressividade; tudo que você precisa fazer pare muito difícil e complicado; você se sente constantemente triste e angustiado; é difícil se relacionar; seu apetite é enorme; e sente mudanças no seu sono.

Isso tudo afeta ainda mais partes do seu corpo, causando outros sintomas, porque o estresse pode provocar um grande desequilíbrio hormonal. Por isso, mesmo que você se sinta bem, é importante frequentar um médico de tempos em tempos para verificar se está tudo bem.

Comida para diminuir estresse?

Alguns alimentos ajudam a elevar a sua serotonina, melhorando o seu humor. Outros simplesmente afetam seus hormônios, por isso podem ser bons ou maus, dependendo do uso e dos seus sintomas.

Veja abaixo alguns alimentos e quais os seus efeitos no seu organismo.

1. Frango e peru

A carne branca das aves é rica em triptofanos. Esses aminoácidos que estão presentes na proteína fazem com que o corpo produza mais serotonina. Essa substância aumenta as sensações de felicidade e saciedade.

2. Oleaginosas e sementes

As frutas secas e oleaginosas e algumas sementes, como linhaça, por exemplo, também contém triptofanos em abundância. Por isso, se for vegetariano pode substituir a carne por estes alimentos para diminuir o estresse.

3. Aveia

A aveia é uma comida muito rica em vários sentidos. É saciante, é rica em fibras e possui várias coisas que ajudam o cérebro a relaxar. A aveia é considerada, inclusive, um superalimento.

Uma boa ideia é fazer overnight oats, se você tem a rotina muito corria. Basicamente você pega duas colheres de sopa aveia e mistura com leite vegetal ou o iogurte da sua preferência e adiciona as frutas que gosta.

Guarda isso em um potinho, ou mais potes para outros dias, e deixa na geladeira. Depois, conforme você vai e vem com pressa, é só pegar em um pote desses e uma colher e pronto!

4. Iogurte

Falando em iogurte, o laticínio é probiótico, o que faz com que sua atividade cerebral seja mais equilibrada, reduzindo o estresse e as emoções fortes.

5. Folhas verdes

As folhas verdes são excelentes em qualquer dieta. Além de saudáveis e ricas em cálcio e ferro, elas ainda produzem dopamina. De acordo com médicos, esse químico tem efeito calmante e reduz o estresse imediatamente.

Por isso, invista nas folhas em todas as refeições. Pode optar por comer mais couve, espinafre, rúcula, entre outras.

6. Salmão

benefícios do salmão

O salmão é uma ótima comida para estresse. Seus ácidos graxos têm propriedades anti-inflamatórias que podem condicionar os efeitos dos hormônios, inibindo a produção daqueles que causam estresse e aumentando os que nos fazem sentir bem.

7. Frutas vermelhas

As frutas vermelhas e as berries, como o mirtilo e as amoras, são excelentes para aumentar a resposta do organismo ao estresse. Estudos relacionados com o consumo de mirtilos indicam que aumentam a força de glóbulos brancos, peças fundamentais na imunidade.

8. Chocolate

chocolate amargo

Com moderação, o chocolate amargo é um medicamento natural para alguns males. Ele pode ser benéfico para a Tensão Pré-Menstrual (TPM), as dores de cabeça, como enxaquecas, e o estresse. O chocolate é bom até para a falta de desejo feminino. Entretanto convém ter cuidado na quantidade.

Em excesso, ele eleva a glicose e isso pode acelerar demais o cérebro, causando ainda mais estresse e perturbações de sono.

9. Chás

Chás de camomila, funcho, melissa, erva-cidreira, passiflora e alecrim ajudam a acalmar. Seus efeitos contra a irritabilidade são comprovados, mas assim como o chocolate, convém não tomar demais.

O excesso destas bebidas pode causar fadiga e sensação de cansaço extremo. Uma boa dica é bebê-los antes de dormir, pois eles ajudam a melhorar a qualidade do sono. Só não se esqueça de urinar ao deitar, já que os chás todos são diuréticos.

10. Abacate

Muitas investigações científicas mostram que o abacate é um santo remédio para a ansiedade. Ele reduz a fome e a vontade de comer mais!

O que não comer quando estiver estressado

alimentos que deve evitar com estresse

Teve um dia ruim, não almoçou e agora está com fome? Vá com calma. Agora que você já sabe o que comer quando está estressado, veja o que não comer.

Evitar alguns alimentos poderá tornar sua vida um pouco mais fácil, já que eles pioram naturalmente seu estado de humor. Veja abaixo quais são.

1. Café e chá verde

Tanto o café, como o chá verde são ricos em cafeína e teína. Essas substâncias estimulam o sistema nervoso central. Se você estiver pensando demais, trabalhando em frente ao computador por muitas horas ou apenas com dores de cabeça, evite estas bebidas.

Além disso, o café em excesso pode levar até mesmo a um ataque cardíaco. Se precisar muito beber um, prefira fazê-lo logo cedo no café da manhã. Ao longo do dia ele poderá afetar o seu sono e agravar condições como azia e má digestão.

2. Alimentos gordos

Embutidos e enchidos que contém aquela gordura ruim são péssimos quando estamos irritados. E não são as opções mais saudáveis, porque são muito processados. Evite salsichas, patês, carnes vermelhas, salgadinhos e frituras.

Eles também podem complicar a sua digestão, deixando você mal disposto. Não tem nada pior que ter um dia ruim e ainda por cima estar com dor de barriga, não é?

3. Álcool

Além de causar ressaca no dia seguinte, o álcool deixa você mais lento e sonolento. Ele diminuiu a sua resposta e reflexos, dificultando tarefas simples. Se você bebe com frequência para aliviar o estresse, cuidado! Esse pode ser um sintoma inicial de alcoolismo.

4. Comida pesada

Toda e qualquer comida muito pesada causa um processo de desaceleração do organismo. Isso porque seu corpo precisa redirecionar energia para ajudar no processo digestivo. É por isso que depois de comer uma pizza enorme a gente se sente inútil.

No dia a dia, evite almoços muito pesados. Procure comer mais saladas e coisas leves. Antes de dormir, procure comer com antecedência, para que não tenha problemas durante o sono. Uma noite tranquila é essencial no combate ao estresse.

Estresse: 6 Soluções a curto prazo

Não basta apenas modificar a sua alimentação quando se trata de combater o estresse. É preciso buscar outras coisas que alterem a sua rotina para ter mais qualidade de vida.

Muitas destas alterações só dão resultado a longo prazo. Porém, quando buscamos informações como esta, já estamos no pior estágio do estresse. A fim de aliviar rapidamente esse estado, veja abaixo algumas soluções fáceis:

1. Fitoterapia

A fitoterapia é rápida, indolor, nada invasiva e barata. Trata-se do uso de determinadas plantas e ervas para curar o organismo.

2. Mastigar com calma

Preste atenção, na hora de comer, como você mastiga. Não adianta comer saudável se você apenas engole a comida. Mastigar é importante também, pois coloca o corpo a trabalhar e faz com que os alimentos liberem as substâncias que precisamos absorver.

3. Comece a praticar exercícios

Não precisa se inscrever em uma academia e correr uma maratona. Pode ser algo mais simples, como trocar elevador por escadas, caminhar 30 minutos todos os dias, ou usar uma esteira elétrica.

Livrar-se do sedentarismo é livrar-se do estresse. Gastar energia libera endorfina, um analgésico natural, reduzindo o estresse e a ansiedade. A endorfina alivia as tensões e é até recomendada no tratamento de depressões leves e moderadas.

4. Corte o que faz mal à você

Identificar e eliminar as fontes de estresse são formas de se livrar dele rapidamente. Muitas vezes o estresse é uma consequência de coisas bobas e pequenas.

Trocar o seu travesseiro ou colchão pode fazer você dormir melhor, por exemplo. Veja o que no cotidiano tem deixado você frustrado e irritado e busque soluções para isso.

5. Escute música clássica

A música clássica tem um efeito inexplicável sobre a nossa mente. Se você é daquelas pessoas que faz tudo com fones de ouvido, troque a sua playlist por música clássica e instrumental por um dia.

Ao final deste dia você rapidamente notará a diferença. Este tipo de música ajuda o cérebro a permanecer focado nas suas atividades e, ao mesmo tempo, é relaxante.

6. Desacelere e saiba dizer não

Nem todo dia é um dia ideal para fazer tudo. Às vezes a gente se compromete com mais coisas que conseguimos cumprir. Aprender a dizer não é sinal de amadurecimento e não de desistência.

Desacelerar também é importante. Uma forma legal de fazer isso é procurar usar suas horas de refeições apenas para isso.

Esqueça a televisão com Netflix ou aquele trabalho atrasado. Na hora da refeição, sente à mesa com a comida e aprecie sua refeição. Isso até emagrece.

Receita contra o estresse

bolo de chocolate

Bateu aquela fome e você está tendo o pior dia de sempre. Que tal afogar as mágoas em uma comidinha que pode melhorar você?

Bolo sem glúten

Um bolo de chocolate é sempre uma bela forma de acabar com o mau humor. Essa receita é leve, sem glúten e muito saborosa.

Ingredientes:

  • Biomassa: Cinco bananas médias verdes de qualquer tipo (para render 250 g de biomassa);
  • 60 ml de azeite;
  • Cinco ovos;
  • 50 gramas de castanhas-do-Pará picadas;
  • 75 gramas de açúcar demerara;
  • 60 gramas de coco ralado;
  • 60 gramas de cacau em pó.

Modo de preparo:

Antes de fazer o bolo, é preciso fazer a biomassa de banana. Para isso, coloque as bananas com casca em uma panela de pressão com água suficiente para cobri-las.

Tampe a panela e cozinhe na pressão por oito minutos. Desligue o fogo e deixe que a pressão continue cozinhando as bananas por mais 12 minutos.

Depois que remover a pressão, retire tudo da panela, remova as cascas e passe essa polpa em um processador. É importante que a polpa esteja bem quente, para não esfarinhar, por isso, enquanto descasca uma banana, mantenha as outras na água quente.

Essa polpa, conhecida como biomassa pode ser utilizada em muitas receitas. Se não for utilizar a massa imediatamente, guarde-a num saco plástico. Ela pode ser mantida por três meses no congelador.

Coloque a sua biomassa no liquidificador junto com os ovos e o azeite e bata tudo. Adicione o açúcar, o coco e o cacau e bata um pouco mais.

Acrescente as castanhas e despeje em uma forma untada. Asse por meia hora em 160°C.

Para a cobertura, pode usar uma barra chocolate amargo derretida com meio copo de leite de coco. Fica uma delícia e é uma receita maravilhosa no combate ao estresse.

 

 

 

 

Crédito das imagens: Freepik