Polenta Low Carb: Receitas, Valor Nutricional e Mais

polenta

A polenta low carb é um excelente alimento para quem não quer ou não pode ingerir muito carboidrato

Fazer polenta low carb é muito mais fácil que você imagina. O alimento é riquíssimo em cálcio, fósforo, magnésio, potássio e proteínas. É um dos carboidratos complexos mais recomendados para quem busca uma dieta low carb. Aliás, é um dos alimentos mais completos.

Não é à toa que é indicado para crianças, principalmente em situações de risco de desnutrição. Para quem não sabe, a polenta é feita de milho. Por isso pode comer polenta na dieta low carb à vontade.

O prato consiste em um mingau de milho triturado e é até mais saudável que a aveia, porque é glúten free. Outra vantagem da polenta é sua pouca predisposição a causar alergias.

origem polenta

Origem da polenta

A polenta low carb, ou original, era muito utilizada pelos maias, na América Central. Na Europa, só ficou conhecida pelo século XVII, quando foi utilizada pelos russos como alimento básico para matar a fome da população mais pobre.

Barata, a polenta pode ser utilizada em inúmeras receitas. A farinha de milho não estraga com facilidade, proporcionando uma maior durabilidade do produto. Por isso, a polenta se popularizou pelo Brasil a fora. Quem nunca comeu polenta recheada da vovó quando criança?

Os italianos tornaram a polenta famosa com receitas mais elaboradas, incluíndo o molho bolonhesa na polenta mole e o queijo muçarela na polenta frita.

Polenta – Calorias e Valor Nutricional

Valor energético102,7 calorias
Carboidratos23,3 gramas
Proteínas2,3 gramas
Fibra alimentar2,4 gramas
Cálcio1,1 miligramas
Fósforo16,8 miligramas
Magnésio4,4 miligramas
Lipídios0,3 gramas
Potássio99,6 miligramas
Sódio441,9 miligramas

polenta cozida

Benefícios da polenta low carb

Além de ser deliciosa e fácil de fazer, a polenta low carb atua em diferentes partes do nosso corpo. Entre os muitos benefícios deste alimento, destacam-se os abaixo:

1. Acelera o metabolismo

Ela ajuda a restaurar processos do organismo que sejam metabólicos, tornando o sistema mais rápido e eficiente. Um metabolismo rápido descarta gorduras mais facilmente, evitando que elas sejam absorvidas.

2. Promove a formação óssea

É rica em cálcio, sendo excelente na alimentação de grávidas, crianças e pessoas com deficiência da substância. Isso a torna ótima para vegetarianos e intolerantes à lactose. Por ter vitamina K, a polenta também auxilia na absorção do cálcio proveniente de outros alimentos.

3. Boa para a visão

A polenta low carb possui grande concentração de retinol, ou vitamina A. Essa substância melhora a visão, especialmente a noturna. Isso evita a proliferação de doenças oculares, como a catarata. Também ajuda a manter os olhos hidratados, evitando o ressecamento ocular.

4. Fortalece o sistema imunológico

Como todo superalimento, a polenta low carb oferece macronutrientes importantes para uma melhoria do sistema imunológico. Isso faz com que você fique mais protegido de doenças virais e cotidianas, como gripes e pequenas infecções.

polenta é boa para os ossos

5. Células brancas

Também por causa da vitamina A, os alimentos com milho ajudam a produzir mais células brancas no sangue. Elas são responsáveis por levar o oxigênio para diferentes partes do corpo. Ter mais células brancas significa evitar problemas como linfedema e trombose.

6. Boa para a pele

Ela possui substâncias que atuam rapidamente na recuperação de tecido epitelial danificado. Ajuda a regenerar cicatrizes e também retarda o envelhecimento celular.

Muitas pessoas fazem, inclusive, máscaras e esfoliantes a partir do fubá, farinha que dá origem à polenta low carb. Por ter muita vitamina E, a polenta também evita a queda de cabelo, deixando os fios mais brilhosos e sedosos.

7. Antioxidante

Porque contém antioxidantes, a polenta é um alimento indicado para pessoas em tratamento de tumores cancerígenos. Os antioxidantes ajudam a neutralizar radicais livres, substâncias que provocam crescimentos irregulares no organismo.

farinha de milho

8. Maravilhoso para grávidas

Além de melhorar o funcionamento da tireóide, porque tem selênio, a polenta low carb é muito aconselhada às mulheres em fase gestacional. Seus benefícios influenciam diretamente no bom desenvolvimento do embrião e do feto, fazendo com que estes cresçam saudáveis dentro da barriga da mãe.

9. Elimina gorduras

Polenta emagrece? Sim! O alimento ajuda seu corpo a eliminar gorduras e absorver menos carboidratos. Ele acelera o metabolismo, ajuda na oxigenação e protege você de várias doenças. Isso, aliado a uma rotina de exercícios frequentes, faz com que você perca peso mais rápido.

10. Cheia de fibras

Um pouco de polenta low carb representa 18% da quantidade necessária de fibra diária requerida pelo organismo. Por isso, comer este alimento previne hemorróidas e outras doenças do trato gastrointestinal.

É ótima para Síndrome do Intestino Irritável e intolerâncias alimentares. Suas fibras comprovadamente ajudam a prevenir tumores, como os colorretais, por exemplo. Também é indicada nas dietas de quem sofre de hemorroidas.

11. Rins em dia

A polenta é composta de fósforo, manganês, ferro, cobre, magnésio e o zinco. Esses minerais são necessários para a saúde óssea e renal, mantendo seus rins saudáveis e livres de problemas.

problemas cardíacos

12. Bom para as crianças

A polenta oferece às crianças vitamina B, que contém niacina e tiamina. Eles são antioxiodantes naturais, importantes para o crescimento e o desenvolvimento do sistema nervoso central.

13. Saúde cardíaca

Rica em potássio, a polenta ajuda a regular e estabilizar a gangorra entre o sal e a água no organismo. Isso proporciona uma melhor saúde cardíaca, evitando e prevenindo complicações.

Por isso, ela é liberada para pacientes em dieta DASH, desde que na sua versão mais saudável. O milho ainda é considerado pela ciência um dos alimentos que mais auxilia na baixa do colesterol. Quem sofre de colesterol alto tem também problemas de entupimento nas veias.

14. Alternativa à farinha

A farinha que compõe a polenta, também conhecida como fubá ou farinha de milho, é mais uma alternativa às farinhas brancas. Substituir um farináceo pelo outro é uma escolha que pode determinar a sua longevidade, por exemplo, pois as farinhas brancas contêm muito mais açúcares. Sem falar que muitas contêm glúten e engordam.

15. Evita a anemia

A polenta é uma fonte melhor de ferro que muitas carnes. Adicioná-la na dieta pode acabar com a sua anemia.

Como fazer polenta?

A polenta low carb pode ser feita de diversas formas. O fubá pode ser utilizado em outras receitas, que não só a da polenta, fit ou não. O que é bom considerar é que, apesar de deliciosa, a polenta frita não é ideal e muito menos proporciona os benefícios citados acima.

Para que a sua polenta seja saudável, ela não pode ser frita de jeito nenhum. Também é importante atentar às quantidades. Por melhor que seja este alimento, ele é rico em carboidratos. Comê-lo demais trará consequências indesejáveis, como desequilíbrio do peso e uma alta de glicose no sangue.

Fazer e comer a polenta low carb com moderação é a melhor saída. Veja abaixo o que precisa para fazer uma receita de polenta fitness.

Polenta low carb – Receitas

Que tal conferir algumas receitas para comer a polenta com mais frequência? Veja como prepará-la para um delicioso almoço ou jantar saudáveis.

polenta low carb frita

1. Receita base de polenta low carb

Muita gente conhece essa receita como angu. Os mineiros, principalmente, são fãs das delícia. Você pode criar várias receitas a partir o angu. E ele é muito simples, veja o que vai precisar!

Ingredientes:

  • Quatro colheres de sopa de fubá da sua marca preferida;
  • 150 mililitros de água para misturar o fubá;
  • 400 mililitros de água para ferver.

Modo de preparo:

Primeiro, coloque os 400 mililitros de água para ferver em uma panela alta. Enquanto isso, em uma tigela menor, misture o fubá com a água restante. Mexa bem e reserve. Quando a água na panela ferver, adicione a sua mistura de fubá e continue mexendo.

O conteúdo vai engrossar rapidamente, entre três a cinco minutos, dependendo do calor do fogo. Nunca pare de mexer. Quando adquirir a consistência desejada, desligue o fogo e sirva.

2. Polenta com ragu de carne

Receita proteica e leve, para jantar bem sem culpa!

Ingredientes:

  • 100 gramas de flocos de milho pré-cozido ou uma xícara de chá de fubá;
  • Quatro xícaras de água;
  • 250 gramas de carne moída magra;
  • Um tomate picado;
  • Uma cebola picada;
  • Meia xícara de molho de tomate;
  • Sal, pimenta e salsinha a gosto.

Modo de preparo:

Comece por colocar os flocos de milho ou farinha de fubá em uma panela com as quatro xícaras de água. Mexa em fogo brando até atingir a consistência desejada. Se preferir que a polenta fique mole mesmo, cozinhe por cerca de 5 a 8 minutos e estará pronta.

Em outra panela, refogue a carne e a cebola. Quando dourar, adicione o tomate e o molho. Tempere a gosto e finalize com a salsinha.

Essa quantidade rende pelo menos duas porções ideais para uma dieta de perda de peso. Cada porção tem em média 360 calorias.

receita de polenta fit

3. Polenta light com queijo branco

Essa você pode comer até no café da manhã. Se não experimentou ainda, confira como fazer já!

Ingredientes da polenta:

  • 250 gramas de fubá;
  • 800 mililitros de leite desnatado;
  • Uma colher de sopa de margarina ou manteiga light;
  • Três ovos;
  • 180 gramas de queijo branco light.

Ingredientes do molho:

  • Quatro tomates italianos maduros;
  • Uma lata de tomate pelado em cubos com o líquido;
  • Duas colheres de sopa de manteiga light;
  • Meia cebola picada;
  • Três colheres de sopa de azeite;
  • Uma colher de chá de sal;
  • 10 folhas de manjericão;
  • Uma pitada de pimenta-do-reino moída na hora.

Modo de preparo:

Separe uma panela média e adicione o leite. Acenda o fogo em chama baixa e, aos poucos, vá adicionando o fubá. Mexa bem e deixe engrossar por cerca de 15 minutos.

Retire do fogo, acrescente o queijo branco, a margarina, os ovos levemente batidos e misture bem até incorporar. Lave os tomates, faça um corte em X na base de cada um e coloque-os em uma panela de tamanho médio com água em fogo alto.

Quando a pele começar a soltar na água fervente, retire os tomates e transfira-os imediatamente para uma vasilha com cubos de gelo. Com o choque térmico a pele se desprenderá facilmente, puxe-a e descarte-a.

Corte os tomates em cubos e leve ao liquidificador, sem as sementes. Bata os tomates junto com a lata de tomate pelado.

Em uma frigideira, com azeite acrescente o manjericão e em seguida o molho. Tempere com sal e pimenta.

Acrescente a metade da cebola picada e deixe cozinhar por uns sete minutos. Então, adicione a manteiga, misture bem e desligue. Coloque o molho de tomate por cima da polenta e, se quiser, leve ao forno para gratinar.

4. Angu com queijo

Quem não abre mão de um queijinho vai adorar essa forma de fazer polenta low carb. Dica: se fizer o angu mais consistente, terá um bom lanche ou acompanhamento.

Ingredientes:

  • Três xícaras de caldo de galinha;
  • Uma xícara de fubá;
  • Uma xícara de água fria.

Modo de preparo:

Primeiro, leve o caldo de galinha ao forno e ferva, para não empelotar. Depois, dissolva a farinha de fubá na água fria, mexendo bem, e então coloque junto do caldo fervendo.

Cozinhe a mistura por até 20 minutos, mexendo sempre sem parar. Se quiser o angu mais mole, cozinhe por menos tempo.

Para fritar, coloque o angu em uma travessa forrada com um plástico filme, pois isso evita que ele fique colado, e cubra com também com o plástico. Leve a sua geladeira por pelo menos quatro horas.

Quando estiver gelado o suficiente, corte o angu no formato desejado, passe os pedaços em ovo mexido e depois passe na farinha de rosca e frite em olho quente.

Tenha em mente que a versão frita, apesar de muito saborosa, é prejudicial à saúde e não inclui os benefícios mencionados acima.

panqueca de polenta

5. Panqueca americana de fubá

Sabe aquela panqueca deliciosa, mas que engorda e faz mal? Com a polenta ou farinha de fubá, você pode criar a versão fit e saudável!

Ingredientes:

  • Uma xícara de fubá fino;
  • Duas colheres de chá de fermento em pó;
  • Meia colher de chá de sal;
  • Duas colheres de sopa de açúcar mascavo ou demerara;
  • Duas colheres de sopa de manteiga já derretida;
  • Uma xícara de leite da sua preferência;
  • Um ovo inteiro.

Modo de preparo:

Com o auxílio de um misturador, bata apenas até ficar tudo homogêneo. Deixe a mistura descansar por alguns minutinhos em temperatura ambiente.

Depois cozinhe as panquecas de polenta como faria normalmente com as tradicionais. Se quiser, adicione mel por cima.

 

Clique aqui para acessar mais 100 receitas low carb feitas para emagrecer.

 

 

Crédito das imagens: PxHere e Freepik