Veja como cultivar camomila em casa e tenha o chá perfeito para seu bem-estar

Descubra os segredos dessa planta medicinal e não abra mão dos seus inúmeros efeitos

A camomila é, sem dúvidas, uma das plantas medicinais mais famosas nos dias de hoje. Entretanto, o que poucos sabem é que seus benefícios vão além do relaxamento e do alívio do estresse. Assim, confira hoje no SaúdeLab tudo que você ganha fazendo uso dessa espécie e aprenda a cultivar a camomila de forma simples em casa!

Os benefícios reais da camomila

A camomila é famosa por proporcionar a sensação de bem-estar e relaxamento, já que possui flavonoides que atuam diretamente no sistema nervoso central, fornecendo efeito tranquilizante e sedativo ao organismo. Além disso, ela também diminui os níveis de cortisol, um hormônio que causa picos de estresse.

Por isso, ela pode ser utilizada em tratamentos contra o estresse, a ansiedade e problemas relativos ao sono. Todavia, seus benefícios vão muito além. Por exemplo, a flor possui antioxidantes capazes de proteger as células do pâncreas, atuando no controle das taxas de insulina. Desse modo, ela pode auxiliar no tratamento da diabetes.

Além disso, por conter propriedades antiespasmódicas, a camomila também atua concedendo alívio a dores de cabeça e cólicas menstruais. Da mesma forma, ela também combate dores e problemas estomacais, ajudando a controlar casos de azia, má digestão, náuseas e dores intestinais.

Ademais, a camomila também oferece propriedades antibacterianas e antifúngicas, podendo auxiliar no tratamento de casos de candidíase e de dermatites, queimaduras e feridas na pele, ajudando a cicatrizá-las. Do mesmo modo, ela é rica em antioxidantes que regulam os níveis de colesterol ruim no sangue, podendo prevenir doenças do sistema cardiovascular, como derrame e infartos.

Assim, que tal aproveitar todos esses benefícios fazendo o cultivo da planta em casa? Veja agora como é simples!

Como cultivar camomila

A forma mais simples de cultivar a camomila em casa é através do plantio das sementes, que podem ser encontradas em horticulturas ou mesmo pela internet.

flor de camomila
Veja como cultivar camomila em casa e tenha o chá perfeito para seu bem-estar. Foto: Canva PRO

Passo a passo para o cultivo

Preparo do solo

Recomenda-se que, para o cultivo doméstico, a camomila seja plantada em vasos. Assim, escolha modelos de plástico ou cerâmica, que possuam 30cm de profundidade e que tenha furos na base, para um melhor escoamento das águas da rega.

Assim, forre o fundo do vaso com cascalhos e um pouco de areia úmida. Em seguida, basta adicionar a terra preparada com adubo orgânico. Nesse sentido um alerta é fundamental: jamais utilize fertilizantes no cultivo de camomila, já que estes serão consumidos na forma de chás e podem atuar como um veneno no organismo.

Por fim, soque as sementes na terra úmida, de maneira superficial, pois estas precisam de bastante luminosidade para se desenvolver.

Tempo de germinação

As sementes de camomila demoram de 20 a 30 dias para começarem a germinar. A colheita das flores pode ser feita após o terceiro e quarto mês após o plantio.

Melhor época para plantio

A camomila pode ser cultivada durante todo o ano, exceto nas estações mais frias e chuvosas. Assim, evite cultivá-la nos meses entre o outono e o inverno.

Regas

A irrigação do solo deve ser feita três vezes na semana, tomando-se o cuidado para não encharcar o solo. Ademais, em dias frios e úmidos a rega deve ser evitada.

Luminosidade

Nos primeiros dias após o plantio das sementes, deixe o vaso em um local à sombra. Depois, coloque-o em local com luz solar indireta, de forma que a planta receba ao menos 5h diárias de luminosidade.

Qual a melhor forma de aproveitar a camomila?

A camomila pode ser aproveitada de diferentes formas, de acordo com o benefício da qual você quiser extrair. Nesse sentido, o preparo mais conhecido é a infusão das flores, que pode ser consumida mediante o preparo do chá, servindo para aliviar o estresse e a ansiedade. Além disso, a infusão das flores também alivia dores diversas e pode ser utilizada para a higiene das crostinhas da cabeça de bebês.

Do mesmo modo, a infusão das flores também pode ser preparada na forma de emplastros, colocados sobre a pele para o tratamento de dermatites, feridas e queimaduras. Outro uso comum é o preparo de banhos de assento para o alívio da candidíase.

Ademais, outro benefício comum da infusão de camomila é o clareamento que esta concede aos cabelos louros, bem como sua ação para desinchar olheiras.

Leia mais: Chá de camomila alivia cólica menstrual e muito mais; confira 10 benefícios incríveis

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitarconsulte Mais informação