L-Carnitina emagrece mesmo ou é mito? Descubra agora a verdadeira função e benefícios

É possível obter esse suplemento com alguns alimentos, saiba mais!

A L-Carnitina é uma substância produzida naturalmente pelo organismo, através do fígado e dos rins, a partir de dois aminoácidos essenciais: metionina e lisina. No entanto, também é possível obtê-la através do suplemento e de alguns alimentos. Mas, será que o suplemento é realmente eficaz para a perda de peso? É sobre isso que o SaúdeLab vai falar neste artigo. Portanto, continue conosco até o final para conferir!

Ela é a forma ativa da carnitina e desempenha um papel importante em diversas funções do nosso corpo. Porém, a L-Carnitina é mais conhecida por potencializar a queima de gordura e ajudar no processo de emagrecimento.

Carnitina X L-Carnitina: qual é a diferença?

A carnitina é uma substância produzida, naturalmente, no organismo. Com isso, ela atua no processo de queima de gordura, pois age transportando os adipócitos (células de gordura) para as mitocôndrias das células. Desse modo, grande parte dela fica armazenada nos músculos, rins e cérebros.

Já a L-Carnitina, por sua vez, é a forma biologicamente ativa da carnitina. Sendo o principal elemento utilizado para a queima de gordura e a melhora do desempenho físico.

Quais são os tipos de Carnitina?

Existem quatro tipos de carnitina e cada um deles desempenha papéis diferentes no organismo. São eles:

  1. Acetil-L-Carnitina (ALCAR): melhora a capacidade respiratória;
  2. L-Carnitina: atua na perda de peso e no desempenho físico;
  3. Propionil L-Carnitina (GLPC): previne os problemas de fluxo sanguínea e age para melhorar os sintomas da claudicação intermitente;
  4. L-Carnitina L-Tartarato (LCLT): melhora a performance durante os treinos.

Para que serve a L-Carnitina?

  • Atua na melhora do desempenho físico, especialmente em exercícios de alta intensidade;
  • Por exercer funções antioxidantes, contribui para o fortalecimento do sistema imunológico;
  • Desempenha papel importante para a queima de gordura;
  • Melhora a qualidade do esperma em homens inférteis;
  • Auxilia no ganho e manutenção de massa muscular, especialmente em idosos;
  • Previne lesões musculares;
  • Melhora a circulação sanguínea;
  • Estimula as capacidades cognitivas, como a atenção, raciocínio, aprendizagem, concentração e memória.
  • Contribui para a prevenção de doenças renais e distúrbios lipídicos.
  • O que dizem as evidências científicas?

Um estudo realizado em 2018, avaliou os efeitos da suplementação de L-Carnitina na prática de exercícios físicos. Como resultado, os pesquisadores sugerem que o suplemento pode ser positivo para o aumento da performance e a melhora da composição corporal.

Ainda mais, um outro estudo, realizado em 2021, analisou se o tratamento com L-Carnitina pode melhorar a inflamação em pacientes crônicos em hemodiálise. Com isso, foi observado um efeito positivo dessa substância nos indivíduos estudados.

L-carnitina emagrece?
Os estudos ainda são controversos em relação à suplementação de L-Carnitina no processo de perda de peso – Canava Pro

 

L-Carnitina emagrece?

Apesar da carnitina exercer um papel importante na queima de gordura, os estudos ainda são controversos em relação à suplementação de L-Carnitina no processo de perda de peso.

Isso porque, algumas pesquisas demonstram que o suplemento de L-Carnitina aumenta as concentrações de carnitina no organismo. Por outro lado, outros estudos relatam que a suplementação não causa efeito nos níveis de carnitina no corpo e, por isso, não gera a perda de peso.

Portanto, são precisos mais estudos científicos, já que os seus resultados ainda não são conclusivos. No entanto, o ideal é sempre manter uma alimentação equilibrada e consumir boas fontes alimentares de carnitina para prevenir a sua deficiência no organismo.

Uma vez que, a falta de carnitina pode dificultar o processo de emagrecimento. Além disso, é necessário ter atenção com o consumo dos aminoácidos metionina e lisina, já que eles são essenciais para a sua síntese no organismo.

Sendo assim, o recomendado é buscar ajuda de um nutricionista para equilibrar a sua alimentação com esses nutrientes e torná-la mais estratégica para a perda de peso.

Como tomar?

O suplemento de L-Carnitina pode ser encontrado em líquido, cápsulas ou pó. A dose diária varia de acordo com as necessidades individuais e o objetivo de uso. Entretanto, de modo geral, pode ser utilizado em torno de 500 a 2000 mg por dia.

Comumente, a ingestão pode ser feita com 1 colher de sopa, 2 cápsulas ou 1 ampola. Sendo o mais indicado fazer o consumo 1 hora antes do treino ou de acordo com a orientação do seu nutricionista.

Já, se for utilizada com o objetivo de melhorar a qualidade do esperma, o consumo de L-Carnitina pode ser de 2 gramas por um período de 2 meses.

Contudo, o melhor é sempre buscar orientação médica ou nutricional para saber qual é a dose mais indicada para o seu caso.

Onde encontrar?

É possível encontrar o suplemento de L-Carnitina, bem como o Acetil-L Carnitina, o Propionil L-Carnitina e a L-Carnitina L-Tartarato, em lojas de suplementos, farmácias ou lojas online.

Alimentos ricos em L-Carnitina

  • Carne de boi;
  • Carne de porco;
  • Cogumelos;
  • Frango;
  • Leite;
  • Levedura de cerveja;
  • Ovos;
  • Peixe;
  • Queijos.

L-Carnitina possui efeitos colaterais?

O uso excessivo do suplemento pode provocar vômitos, náuseas, diarreia, dores musculares e dores abdominais. Portanto, nunca tome mais do que a recomendação do seu nutricionista e evite fazer o uso por conta própria!

Quem não deve tomar?

Indivíduos com o IMC abaixo de 18,5;

Pessoas com problemas cardíacos e renais;

Grávidas;

Crianças;

Lactantes.

Conclusão

Como visto, a L-Carnitina é um elemento primordial para a queima de gordura, pois ela participa do processo da beta oxidação, transportando os adipócitos (células de gordura) para as mitocôndrias celulares.

No entanto, a sua suplementação ainda é um assunto controverso no meio científico, visto que, os estudos são contestáveis.

Por isso, ainda não se sabe se o suplemento de L-Carnitina, realmente, produz efeitos positivos na concentração de carnitina no organismo e, consequentemente, na perda de peso.

Sendo assim, é necessário ter bastante cautela com a sua suplementação e fazer o uso somente sob recomendação médica ou nutricional.

Além disso, devemos lembrar que os suplementos alimentares são apenas coadjuvantes no processo de emagrecimento. Uma vez que, eles não substituem os alimentos e, por isso, a alimentação equilibrada deve estar sempre em primeiro lugar.

Desse modo, o ideal é seguir uma dieta juntamente com a prática de exercícios físicos mais adequados para a perda de peso.

E aí, gostou deste artigo? Aprenda muito mais sobre os suplementos alimentares e um estilo de vida saudável aqui em nosso site!

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitarconsulte Mais informação