Você sabe se micose nas unhas é transmissível? Como evitar? Saiba a verdade hoje

Fique por dentro de detalhes para cuidar das unhas e não correr riscos de contrair essa doença

Quando se trata de cuidados com a saúde, é preciso ficar atento a inúmeros aspectos, e isso inclui nossas unhas. No caso delas, se esses cuidados forem comprometidos, podemos contrair doenças como a micose, por exemplo. Para esse tipo de situação, o SaúdeLab vai te informar se micose nas unhas é transmissível e como lidar com essa condição.

Infelizmente, não são todas as pessoas que ficam atentas quando se trata das unhas das mãos e pés. Entenda o que essa doença pode causar e evite que a saúde fique comprometida.

O que é a micose nas unhas?

Antes de mais nada, para podermos compreender a transmissibilidade da micose nas unhas, é preciso antes discursar sobre o que essa condição é de fato. Assim como outros incontáveis problemas de saúde, a micose é causada por um microrganismo que gosta de ambientes úmidos, quentes e escuros. No caso, não se trata de uma bactéria ou vírus, e sim de fungos.

Na micose, o fungo é se alimenta da queratina das unhas. Com isso, ele causa diversas alterações no aspecto dela, fazendo com que ganhe um tom amarelado, fique mais espessa e apresente descamações. Ou seja, por mais que não seja uma condição perigosa, ela pode ser bastante incômoda e desagradável.

 Micose nas unhas é transmissível?

Sim, a micose nas unhas é transmissível e pode passar de uma pessoa para outra e o fungo responsável pela micose pode contaminar qualquer unha, seja das mãos ou dos pés. Por outro lado, é mais comum que essa condição ocorra nos pés, especificamente na unha do dedo hálux, o ‘dedão’ do pé. Um dos motivos para esse tipo de ocorrência é o uso de calçados fechados e apertados, meias suadas e descuido com a saúde dos pés.

Assim como outros microrganismos, o contato com o patógeno pode levar a contaminação e, consequentemente, o desenvolvimento da doença. No caso da aquisição de micose nas unhas, a transmissão ocorre quando uma unha saudável entra em contato com uma unha contaminada.

Geralmente, isso pode acontecer de maneira indireta, ao utilizar uma ferramenta ou utensílio não higienizados, como toalhas, cortador de unhas ou lixa. Outra forma em que a micose nas unhas é transmissível acontece é ao compartilhar objetos pessoais, portanto evite essa prática.

Prevenção e tratamento contra micose

Tendo em mente a forma de transmissão da micose nas unhas, é necessário adotar algumas medidas para se prevenir dessa doença. Como a contaminação está ligada ao uso de utensílios contaminados, o ideal é que você sempre mantenha uma boa rotina de higiene das unhas e desses utensílios, esterilizando-os. Ademais, se você frequenta manicure ou pedicure, certifique-se de que o local utiliza ferramentas higienizadas.

Por fim, caso você tenha micose nas unhas, é preciso obter o tratamento apropriado. Atualmente, o tratamento é feito com medicamentos antifúngicos e pode ser associada a pomadas e cremes que complementam a sua ação.

Além disso, há de se ter cuidados com acessórios pessoais, roupas de vestir e de cama, evite compartilhar. Não se automedique, pois isso por piorar o problema, o ideal é consultar um médico profissional, pois ele saberá a melhor abordagem para o seu caso de micose.

Leia mais: Como higienizar tênis de pessoas com micose? Veja truques caseiros que dão certo