Como Ser Vegetariano? Por Onde Começar?

Se você quer saber como ser vegetariano, se liga nessas dicas e comece hoje mesmo.

como ser vegetariano

Adotar uma alimentação vegetariana ou um estilo de vida sem carne pode parecer saudável e fácil. Porém muitas pessoas encontram dificuldades em decidir optar por comer apenas comida vegetariana. Se você está tentando mudar ou quer apenas se informar sobre como ser vegetariano, está no lugar certo!

Antes de pensar em como começar sua viagem com o vegetarianismo saiba que nem sempre é o recomendado para todas as pessoas. Os malefícios do vegetarianismo podem ser maiores que os benefícios, se você não souber reequilibrar a sua dieta.

Os médicos explicam que antes de saber como se iniciar no vegetarianismo, convém fazer uma reeducação alimentar. Muitos adeptos da alimentação livre de carne não sabem que é preciso buscar outras fontes de proteína e ferro. Ou que a prática pode levar a casos graves de anemia e outras doenças relacionadas a deficiência de certas vitaminas. Nestes casos, o vegetarianismo faz mal a saúde.

Porém, se seguir uma dieta com os cuidados certos, pode não só cortar o consumo de carne, como também dos seus derivados. A dieta sem carne e sem derivados é conhecida como vegana.

Essa é a principal diferença entre o vegetarianismo e o veganismo. É assim necessária a distinção entre a alimentação do vegetarianismo e a alimentação do veganismo.

Como começar a ser vegetariano sem perder saúde?

vegetariano

Para dar início a este processo, é ideal ter um médico e um nutricionista acompanhando seu caso. Depois é preciso ver como substituir as proteínas e calorias no seu cardápio. Existem muitos legumes e vegetais que entram facilmente no papel das carnes, tais como: couve, cogumelos, espinafre, brócolis, ervilhas, entre outros.

Algumas pessoas engordam no processo, porque tendem a comer mais carboidratos, como pães e massas. As carnes ajudam na sensação de saciedade, por isso ao trocar de dieta, tem que ter essa questão em atenção. O ideal é aumentar o consumo de frutas, legumes, verduras e derivados.

Os vegetarianos comem ovo e bebem leite. E os iogurtes também são liberados. Adicionar esses elementos na sua dieta pode ajuda-lo a ser mais saudável.

Outra questão importante é a vitamina B12. Ela é essencial para diversas funções do organismo e a sua ausência pode causar problemas graves, como anemia, morte dos neurônios, lesões neurológicas irreversíveis, dificuldades motoras e infecções.

Como suprir a falta de B12?

A deficiência de vitamina B12 é comum em veganos e vegetarianos, pois a sua ingestão fica mais limitada. Os alimentos ricos no nutriente são aqueles que se restringe: carnes vermelhas. Os peixes e os derivados de produtos animais têm concentrações menores de B12, que nem sempre suprem a falta do nutriente.

Quem decide fazer uma mudança radical na dieta, como ser vegetariano, por exemplo, deve estar atento a isso. Os níveis de B12 são controlados através de um simples exame de sangue. A deficiência pode e deverá ser controlada com suplementação alimentar.

Atualmente existem muitos suplementos de B12 adequados aos mais tipos de necessidades. Alguns são bastante acessíveis e podem inseridos na sua dieta facilmente. Fale com o seu nutricionista para recomendações e dosagens!

A reposição com o suplemento pode ser diária, semanal ou mensal.

Como e por que ser vegetariano?

vegetariano

Existem muitos benefícios em ser vegetariano. Ao abdicar das carnes, peixes e frango, uma pessoa passa a comer menos gordura, alimentos processados e sódio. Muitas carnes enlatadas, como o atum por exemplo, têm grandes concentrações de sódio.

Se seguir a dieta com os devidos cuidados, o vegetariano também passa a usufruir de um estilo de vida mais vantajoso. Entre os bens mais relatados estão: menor incidência de hipertensão, problemas cardiovasculares, cálculo renal e diabetes.

Sem falar no meio ambiente. Consumir menos carne significa boicotar uma das indústrias mais poluentes do mundo: a agropecuária. Há pesquisas mostrando que a criação de vacas gera uma quantidade absurda de poluentes anualmente.

Vegetarianos tendem também a consumir mais produtos orgânicos e biológicos, o que significa que movimentam a economia local. Isso faz com que eles ajudem a sustentar pequenos produtores rurais, que se dedicam mais ao cuidado com o planeta.

Outro fator é que vegetarianos e veganos comem frutas e verduras da estação. O que também contribui com a produção ecológica de alimentos.

Como ser vegano?

Assim como ser um vegetariano, ser vegano também exige bastante mudança. E, para falar a verdade, ser vegano é um passo mais difícil. Implica em abrir mão de mais alimentos. Os benefícios, entretanto, são o consumo zero de produtos processados.

Quem pratica o veganismo acaba por comer apenas alimentos naturais e de origem vegetal. Por consequência, os veganos podem sim ser mais saudáveis, já que tem uma alimentação mais regulada.

Os indivíduos que adotam esse estilo de vida e tomam os devidos cuidados, possuem menos ricos de desenvolverem tumores e doenças como o câncer. Estudos mostram que o veganismo contribui, e muito, para a longevidade inclusive.

Mas a mudança pode ser mais complicada e é possível que você leve mais tempo para se adaptar. Por isso, a nossa dica é: primeiro diminua o consumo de carnes, depois corte-as do seu cardápio. Fique um tempo sendo apenas vegetariano e, aos poucos, vá retirando os derivados, como ovos e laticínios.

Assim, fica mais fácil fazer a transição e você não sofre nenhum efeito colateral.

Onde encontrar as proteínas?

Essa ideia generalizada de que os alimentos proteicos são provenientes dos animais já foi derrubada. Uma porção de cogumelos tem tanto ou mais proteínas que um bife de frango. Por isso, se você treina, faz hipertrofia e deseja ser vegetariano ou vegano, não tem problema nenhum.

O que você precisa fazer, nesse caso, é substituir a carne por grãos, folhas verdes escuras e cogumelos. Se você é apenas vegetariano, pode comer mais ovos. No almoço, pode tranquilamente trocar o bife por dois ovos cozidos.

Evite os ovos fritos, pois possuem mais colesterol e podem ser prejudiciais ao seu organismo. Prefira os grãos caso você tenha problemas de colesterol ruim. O feijão, a ervilha e as lentilhas são excelentes fontes de proteínas e você pode comê-los de várias formas.

Os grãos servem de base para receitas de salgadinhos, hambúrgueres e demais ideias culinárias para fugir dos clichês. Experimente triturá-los e acrescentar temperos. Você pode fazer bolinhas com a massa e cozinhá-las ou assá-las. Fica bem bom e você quase não nota a diferença.

O espinafre pode entrar na sua salada. A folha verde é rica em proteína e em ferro. Aliás, não se esqueça que o ferro também é fator de preocupação. Você encontra ferro em muitos alimentos, porém lembre-se de ingeri-lo junto com vitamina C, para melhor absorção.

Leia também: 15 Melhores Receitas Vegetarianas Rápidas

Quem não deve ser vegetariano?

grávidas não devem ser vegetarianas

Pessoas com deficiência de ferro, anemia, doenças graves e autoimunes devem evitar o vegetarianismo. Grávidas e crianças pequenas também precisam de uma certa dose de alimentos de origem animal para se desenvolverem.

Cortar a carne para crianças pode ser prejudicial para o seu desenvolvimento. Por isso, se o seu filho desejar ser vegetariano, ele precisará de acompanhamento médico constante.

Já as grávidas vegetarianas e veganas devem ter uma dieta bastante regulada e planejada junto de um nutricionista ou um especialista no assunto. O corte de alimentos ricos em proteínas, ferro e B12 pode causar má formação no feto e até mesmo levar a perda da gravidez.

Por isso, jamais decida tornar-se vegetariano no meio do período gestacional. É melhor fazer isso depois que o bebê nascer. Mas não se esqueça que você terá de se cuidar com a mesma atenção durante a amamentação.

Bebês e crianças devem evitar completamente o veganismo. Os pequenos precisam de nutrientes para crescerem com saúde, portanto nem pense em fazer seu filho passar por esse processo alimentar.

Pessoas com anemia e doenças crônicas devem respeitar as orientações médicas que lhes são passadas. A boa alimentação tem um papel crucial no controle dessas doenças.

Quando parar de ser vegetariano?

Infelizmente, algumas pessoas não se adaptam a essa dieta ou sofrem efeitos colaterais. Se isso acontecer, é preciso saber quando parar.

Caso você tenha problemas digestivos ou doenças como anemia, talvez ser vegetariano não seja o melhor para você. Na dúvida é sempre bom consultar um médico e fazer exames. Somente assim será possível afirmar se o seu problema é mesmo proveniente da sua dieta.

Não se esqueça que a transição da alimentação vegetariana para a carnívora também deverá ser feita gradualmente. A reintrodução da carne na sua dieta pode provocar inchaço, dores de barriga, diarreia ou prisão de ventre.

Se você estiver na dieta vegetariana há bastante tempo e se sentir mal, procure imediatamente ajuda. A anemia é uma doença bastante grave e se não for tratada logo tem consequências irreversíveis, bem como a deficiência de outros nutrientes.

Aproveite e leia também: Lactovegetarianismo: o que é?

 

 

Fontes: BBC

Crédito das Imagens: Unsplash e Pexels