Frutas Brasileiras: Quais São e Quais Vão Ser Extintas?

Descubra todas as frutas brasileiras: exóticas, nativas, genuínas

frutas brasileiras

A maior parte das frutas brasileiras a gente não conhece. Mas a verdade é que há algumas que você nunca ouviu falar, outras são famosas! Ubajaí, araçá-piranga e cereja-do-rio-grande são três exemplos raros da Mata Atlântica. São chamadas de superfrutas porque, além do seu poder nutritivo, elas ajudam a prevenir doenças e regenerar o organismo.

Alguns pesquisadores da Unicamp e da USP uniram-se para provar que essas frutas exóticas brasileiras com nomes engraçados precisam ser salvas da extinção já. De acordo com eles, muitas dessas berries são ricas em antioxidante, mais até que o tradicional morango, mirtilo, amora e framboesa.

Um dos motivos pelos quais os investigadores se debruçaram sobre as superfrutas brasileiras é que a alimentação saudável está na moda. A procura por superalimentos aumentou muito nos últimos cinco anos. As pessoas estão se dando conta de que comer melhor é sinônimo de viver mais.

Superfrutas funcionais que estão em extinção

frutas brasileiras

As superfrutas brasileiras que os estudantes observaram são alimentos funcionais. Ou seja, além da sua composição nutritiva, também possuem outros efeitos benéficos no organismo. Quase todas essas frutas são anti-inflamatórias e previnem o envelhecimento celular.

Algumas das superfrutas brasileiras previnem doenças como diabetes ou síndromes crônicas cardíacas. Por isso é importante não deixar que esses alimentos desapareçam. Você é uma parte crucial desse processo. Consumir frutas locais e da estação em vigor é uma forma de manter a produção das superfrutas brasileiras ativa!

O açaí pode desaparecer do planeta

O açaí é uma das superfrutas brasileiras ameaçada. Um dos objetivos dos profissionais envolvidos na pesquisa foi encontrar uma nova espécie deste fruto mundialmente famoso. O que muita gente não sabe é que o açaí não é usado apenas em sucos e batidas.

Ele é também utilizado em grande escala pela indústria farmacêutica. Isso porque ele ajuda a inibir a formação de radicais livres, moléculas que podem causar câncer e envelhecimento celular. Seus nutrientes são bons para o fabrico de medicamentos e suplementos alimentares.

Além disso, o açaí é uma das frutas brasileiras mais exportadas para fora do país. Sucesso na Europa, o açaí é muito usado em batidas, vitaminas, sorvetes e sucos pelos gringos.

Berries que são frutas brasileiras

Entre as frutas em extinção, as que mais preocupam são as berries. Lembra daquela pitanga que você subia em árvores para pegar? Essas frutas estão acabando e cada vez mais são difíceis de encontrar. Entre elas, as cerejas típicas daqui já não se acham com facilidade.

Há muitas frutas como essas espalhadas pelo país. Estimasse que o Brasil tenha pelo menos 350 tipos de frutas típicas e nativas.

Outras frutas nativas do Brasil

frutas nativas do Brasil

Atualmente no Brasil as frutas nacionais mais consumidas são o abacaxi, maracujá, caju e a goiaba. Todas elas já estão de certa forma em processo de extinção. Os investigadores fizeram um alerta para que se plante mais diversidade de espécies, antes que seja tarde demais.

Contudo, existem muitas outras frutas brasileiras que você consome no seu dia a dia e nem sabe que são daqui. Um exemplo disso é a frutinha amazônica físalis. Cara e muito utilizada para enfeitar sobremesas, a fruta é frequentemente confundida com as importadas.

Há também muitas frutas que parecem brasileiras, mas não são, como a acerola. Ela é típica da América Central e veio parar aqui por acidente. A maçã nossa de cada dia também não pertence à lista de frutas genuinamente brasileiras. Ela foi trazida da Ásia e da Europa.

Se você não conhece com afinco as frutas brasileiras, porém está surpreendido com toda essa informação, se liga na lista abaixo.

6 Frutas nativas brasileiras que você deveria conhecer

As frutas brasileiras abaixo são pouco conhecidas, contudo deveriam fazer parte do seu cardápio diário, pois são acessíveis e ricas em nutrientes.

1. Uvaia

uvaia

O nome da fruta significa azedo em tupi. E não é à toa que ela é uma excelente fonte de vitamina C. Nativa do sul e do sudeste brasileiro, a fruta está presente em diversos Estados e é muito utilizada para melhorar resfriados e aumentar a imunidade.

Com quatro vezes mais vitamina C que uma laranja, a Uvaia é proveniente de uma planta que tem floração entre agosto em dezembro. Além das vitaminas, ela é ainda rica em minerais, como ferro, fósforo e cálcio.

2. Cajá

cajá

Uma das principais frutas do nordeste brasileiro, o cajá é rico em vitamina A, B e C, ferro, cálcio e antioxidantes. Amarelo e ácido, o cajá dá quase o ano inteiro e pode ser comido de diferentes formas. Por ser ácido demais, seu consumo é mais comum em sucos, vinhos, sorvetes, geleias e licores.

Seu uso é bastante recomendando em dietas, pois o cajá é pobre em calorias e rico em fibras, aumentando a sensação de saciedade.

3. Cupuaçu

cupuaçu

Essa talvez você já tenha ouvido falar. O cupuaçu é um fruto amazônico que é parente do cacau. A fruta se destaca pelas quantidades de fósforo e vitamina C. Seu consumo se dá maioritariamente através de sucos, batidas, vitaminas e sorvetes.

A manteiga de cupuaçu também é bastante usada no norte do país. Ela serve para substituir outras fontes de gorduras em receitas e na produção de produtos cosméticos. Na pele, a manteiga da fruta atua com alto poder de hidratação. Rica em fitosteróis, o produto do cupuaçu é bom para a cicatrização da pele também.

4. Jenipapo

jenipapo

O jenipapo é outra famosa entre as frutas brasileiras que são provenientes da Amazônia. Rico em vitaminas do complexo B e em minerais essenciais, consumi-lo pode melhorar drasticamente a sua saúde. Suas propriedades se destacam também pelo poder laxativo.

Fruta de baixo índice glicêmico, o jenipapo é indicado até para quem está em tratamento de câncer. Os nutrientes presentes na fruta são bons para controlar os níveis de plaquetas no sangue.

Outra vantagem de comprar e consumir jenipapo é que todas as suas partes são comestíveis. Você contribui para a economia circular e evita o desperdício.

5. Butiá

butiá

Típica da região sul do país, essa fruta é muito utilizada para fazer licor e cachaça. Conhecido também por coquinho azedo, o butiá é uma fruta bastante consumida no sudeste brasileiro e que habita diversas ruas em grandes metrópoles.

Suas propriedades incluem nutrientes antioxidantes, que reduzem a formação de células cancerígenas no organismo. Rico em fibras e com baixíssimo teor calórico, o butiá é ainda utilizado em receitas dietéticas.

6. Pequi

pequi

O pequi é bastante famoso no norte do país e no Estado de Minas Gerais. Rico em vitaminas C e A, o pequi é muito utilizado na confecção de receitas salgadas e é conhecido por ser bom na redução do colesterol ruim.

Sabe-se cientificamente que a ingestão do pequi ajuda a diminuir os riscos de doenças cardíacas. Além disso, a fruta é muito detox e ajuda a desinchar o corpo com o seu poder diurético.

Por que comer frutas brasileiras?

Existem inúmeras vantagens e benefícios para consumir as frutas daqui e evitar os alimentos importados. Em primeiro lugar, quando você prefere frutas locais e da estação, você faz um consumo consciente, ou seja, ajuda produtores locais e pequenos agronegócios.

Em segundo lugar, você se beneficia, pois acaba por levar para casa um produto mais biológico e natural. Afinal, a fruta que nasce no seu habitat e dá dentro do seu tempo não precisa de pesticidas, agrotóxicos e modificações genéticas.

Sem falar que as frutas brasileiras são cobiçadas no mundo todo pelos seus nutrientes e sabores exóticos. As frutas daqui possuem mais concentrações de vitaminas C, A e B que muitas frutas europeias.

Comer frutas previne doenças, melhora a sua visão, sua digestão e até protege o seu coração. O ideal é ingerir pelo menos seis peças diferentes por dia. Muita gente pensa, entretanto, que é difícil encontrar variedade, mas é aí que todos se enganam. O Brasil é rico em variedade de frutas, basta abrir os seus horizontes e experimentar coisas que você não está habituado.

Outro fator importante a destacar é preço. Com o que você gasta para comprar um quilo de morango importado, pode levar três quilos a mais de outra fruta! Repense as suas receitas e você vai ver que consumir as frutas daqui pode compensar e ser uma forma muito saudável de economizar.

 

Fonte: BBC

Crédito das imagens: Unsplash, Wikicommons e Flickr