Mulher aciona Justiça para receber auxílio de 1.000 dólares citado por Bolsonaro

Justiça Federal intimou União a prestar informações sobre o assunto

0
266
Mulher aciona Justiça para receber o auxílio de 1.000 dólares citado por Bolsonaro
Mulher aciona Justiça para receber o auxílio de 1.000 dólares citado por Bolsonaro

O Presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido) citou em seu discurso para a 75ª Assembleia Geral da ONU, que o Governo Federal teria pago auxílio emergencial de 1.000 dólares para os cidadãos brasileiros. Diante disso, uma cidadã beneficiária do programa de emergência acionou a União na Justiça.

As advogadas autoras da ação alegam que apesar de ser beneficiária do programa, a cidadã não teria recebido esse valor. Dessa forma, requerem o pagamento da diferença entre os mil dólares (cerca de R$ 5,4 mil) e o efetivamente percebido.

Também leia: Como faço para sacar FGTS emergencial? Conheça regras

Mulher aciona Justiça para receber o auxílio de 1.000 dólares citado por Bolsonaro
Mulher aciona Justiça para receber o auxílio de 1.000 dólares citado por Bolsonaro

Auxílio Emergencial de 1.000 dólares: brasileira requer na Justiça o pagamento de diferenças e ainda danos morais

O discurso do Presidente da República na Assembleia Geral da ONU (Organização das Nações Unidas), na última terça-feira, rendeu uma ação judicial que vem sendo discutida nas redes sociais à União Federal.

Foi exatamente o teor do discurso de Jair Bolsonaro que levou a uma dona de casa carioca, beneficiária do auxílio emergencial, a requerer pagamento de diferenças.

Bolsonaro afirmou que o Governo Federal beneficiou a população durante a pandemia de Covid-19 com o pagamento de auxílio emergencial de 1.000 dólares por indivíduo.

Contudo, a autora da ação movida contra a União argumenta que ela somente recebeu 04 parcelas de R$ 600, totalizando R$ 2,4 mil. Assim, não teria recebido os R$ 5,4 mil que corresponderiam à conversão dos dólares para reais do valor indicado pelo Presidente.

União intimada para esclarecimentos e causa totalizando R$ 9.420

Diante da ação movida pela cidadã, a União foi intimada pela Justiça Federal do Rio de Janeiro, a prestar esclarecimentos sobre a demanda. Dessa maneira, é preciso aguardar o andamento da ação.

Segundo o site G1, as advogadas da beneficiária também solicitaram um valor específico por danos morais. Ao todo, portanto, a causa ficaria na casa dos R$ 9.420.

Confira agora: Aposentadoria por tempo de contribuição acabou? Confira aqui

Já em relação à declaração feita na Assembleia da ONU sobre o auxílio emergencial de 1.000 dólares, Bolsonaro se manifestou na última sexta-feira (25). Segundo ele, o valor indicado se trataria apenas de mera aproximação.

Deixe seu comentário

Grupos do SaúdeLab

SaúdeLab no WHATSAPP
SaúdeLab no TELEGRAM

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here