Perda de peso não é mais importante do que uma alimentação saudável, entenda

170
perda de peso
Perda de peso não é mais importante do que uma alimentação saudável, entenda (Foto: Pixabay)

Frequentemente, a perda de peso é um dos principais motivos para que uma dieta seja adotada. Porém, um estudo realizado por pesquisadores norte-americanos e suecos alegou que é muito mais saudável ter uma alimentação rica em nutrientes, do que adotar uma dieta restritiva para perder peso.

perda de peso
Perda de peso não é mais importante do que uma alimentação saudável, entenda (Foto: Pixabay)

Leia mais: Alimentos ultraprocessados podem ser prejudiciais à saúde, descubra o porquê

Perda de peso não é mais importante do que manter uma alimentação saudável

De antemão, a pesquisa coletou dados oferecidos por participantes durante 21 anos e foram questionados os hábitos alimentares de cada um deles. Como resultado, foi descoberto que alguns entrevistados demonstraram uma saúde corporal melhor, mesmo com o peso fora dos padrões adequados.

Acima de tudo, através da pesquisa, foi constatado que uma alimentação mais saudável e rica em nutrientes pode ser mais benéfica na redução dos riscos à saúde que sejam diretamente relacionados ao excesso de peso.

Taxa de mortalidade e riscos de doenças relacionadas à perda de peso

Algumas dietas não estão diretamente ligadas à perda de peso. Assim como é o caso da Dieta Mediterrânea. Os participantes que seguiam esse tipo de alimentação – que é rica em grãos, gorduras saudáveis como as encontradas no azeite e no Ômega-3, além de frutas e vegetais – demonstraram melhores resultados na taxa de mortalidade.

Em contrapartida, participantes que tinham hábitos restritivos para manter ou diminuir o peso, tiveram suas taxas de mortalidade e de acometimentos de doenças acima do esperado, mesmo tendo seu peso controlado.

Confira também: Tem diabetes? Entenda os riscos dos medicamentos de balcão

O peso ainda é um fator que merece atenção

Seja como for, a perda de peso ainda está diretamente ligada à saúde. Porém, é importante que essa alimentação seja realizada sob o acompanhamento de um profissional de saúde e nutrição.

Além disso, é importante adotar uma rotina de exercícios atrelada à dieta que tem como objetivo a perda de peso. Essa junção de dieta e movimento pode ser responsável pela diminuição de riscos como a obesidade, que tem ligação com doenças cardiovasculares e outras.

Obesidade ligada a mortes

Anteriormente, no ano de 2015, uma pesquisa indicou que cerca de 4 milhões de mortes em todo o mundo estavam relacionadas à obesidade e ao IMC (Índice de Massa Corporal) elevado. Entre esses 4 milhões de óbitos, mais da metade foram causados por doenças cardíacas.

Leia mais: Obesidade infantil: conheça mais e saiba como agir

Gostou desta matéria? Acompanhe as nossas redes sociais: Facebook, Instagram, Twitter e Pinterest.

Deixe seu comentário

Grupos do SaúdeLab

SaúdeLab no WHATSAPP
SaúdeLab no TELEGRAM

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here