Todo mundo que treina deve tomar albumina? Especialista explica em detalhes

Conheça essa informação valiosa, pois, quando está em deficiência no organismo, ela pode causar diversos problemas à saúde.

O suplemento de albumina é bastante conhecido no mundo fitness, devido aos seus efeitos positivos no ganho de massa muscular. Por essa razão, esse é um dos principais suplementos a ser procurado por muitas pessoas que treinam com o objetivo de hipertrofia.

Diante disso, neste artigo, o SaúdeLab vai mostrar o que é a albumina, para que serve, quais são os alimentos fontes e quando a suplementação é indicada. Então, acompanhe-nos nessa leitura até o final para conferir!

O que é a albumina?

A albumina é uma proteína de alto valor biológico produzida pelo fígado. Com isso, ela apresenta um papel importante em diversas funções do corpo.

Por outro lado, quando está em deficiência no organismo, ela pode causar diversos problemas, como a queda da imunidade, anemia, cicatrização lenta, flacidez, perda de massa muscular, inchaço corporal, unhas fracas, queda de cabelo e desnutrição proteica.

Em razão disso, ela é considerada uma proteína de alta qualidade e deve estar presente na dieta através das fontes alimentares. Pois, apesar de ser sintetizada pelo próprio corpo, nem sempre a quantidade é suficiente para garantir as necessidades diárias.

No entanto, o seu consumo também pode ser através do suplemento, que é feito a partir da clara do ovo. O qual é bastante utilizado para ajudar no ganho de massa muscular e recuperação pós-treino.

Para que serve?

albumina em pó
Para que serve a albumina? Foto: Canva.

A albumina possui diversos benefícios para o corpo e, por isso, a suplementação é uma ótima opção para garantir os bons níveis dessa proteína no organismo. Sobretudo, para os atletas, praticantes de atividade física ou pessoas com desnutrição.

Portanto, dentre as suas propriedades, podemos destacar:

  • Fortalece o sistema de defesa;
  • Melhora a circulação sanguínea;
  • Realiza o transporte de diversos nutrientes no sangue;
  • Combate a ação dos radicais livres;
  • Melhora a recuperação muscular depois dos exercícios físicos;
  • Participa do processo de ganho de massa muscular;
  • Atua como um anti-inflamatório natural;
  • É uma boa substituta para o whey protein e pode ser consumida por intolerantes à lactose ou alérgicos à caseína, já que o suplemento não é derivado do leite.

O que dizem as evidências científicas?

Um estudo realizado em 2020, avaliou os efeitos da suplementação de albumina na hipercoagulabilidade causada pelo COVID-19. Com isso, os resultados sugerem que ela pode ser uma ferramenta terapêutica para neutralizar esse efeito do SARS-CoV-2.

Já um outro estudo, realizado em 2021, verificou se a suplementação perioperatória de albumina está associada com a diminuição do risco de complicações depois da reconstrução microvascular de cabeça e pescoço.

Desse modo, os resultados demonstraram que a suplementação de albumina antes da cirurgia pode favorecer a um menor tempo de internação, menor risco de complicações locais e menor necessidade de infusão de cristaloides nesses pacientes.

Albumina emagrece?

De modo geral, a albumina pode ajudar no processo de emagrecimento, pois ela precisa de um maior tempo para ser digerida. Logo, ela prolonga a saciedade, o que pode ser uma excelente alternativa para o controle da fome.

No entanto, esses efeitos estão associados a uma alimentação balanceada e prática regular de exercícios físicos. Por isso, é muito importante que você busque o acompanhamento com um nutricionista e profissional de educação física de sua confiança.

Como tomar?

O suplemento de albumina pode ser tomado tanto misturado em água quanto em sucos, leite ou iogurte. O ideal é fazer a ingestão cerca de 30 minutos antes do treino ou logo após de treinar.

No geral, a dose recomendada varia de 20 a 40 gramas por dia. Mas, isso pode variar conforme os objetivos e necessidades individuais. Portanto, o indicado é fazer o consumo somente com recomendação médica ou nutricional.

Alimentos ricos em albumina

  • Amendoim;
  • Brócolis;
  • Camarão;
  • Carnes vermelhas, como patinho, lagarto, músculo, filé mignon, maminha, coxão duro e mole;
  • Ervilha;
  • Feijão;
  • Leite;
  • Lentilha;
  • Ovos;
  • Pasta de amendoim;
  • Peixes como salmão, sardinha, filé de tilápia e atum;
  • Quinoa;
  • Semente de chia
  • Soja.

Quando a suplementação é indicada?

Quem deve tomar albumina? Foto: Canva.

O suplemento de albumina é necessário quando a alimentação está ineficiente ou existem deficiências no organismo. Além disso, ele pode ser primordial para atletas e praticantes de atividade física, pois eles podem demandar de uma maior quantidade desse nutriente.

Por outro lado, isso não significa dizer que todo mundo que treina deve tomar o suplemento. Uma vez que, existem casos e casos, e alguns não têm a necessidade.

Dessa forma, antes de começar a fazer a suplementação, busque ajuda de um médico ou nutricionista para saber se, realmente, você precisa suplementar e qual é a dose correta de acordo com as suas necessidades individuais.

Albumina X Whey Protein: qual é o melhor?

Diferente da albumina, que é proveniente da clara do ovo, o whey protein é um suplemento feito do soro do leite.

Com isso, apesar de ambas serem proteínas de alto valor biológico, o que as diferenciam é que a albumina é uma proteína de lenta digestão. Já o whey protein, por sua vez, é digerido mais rapidamente.

No entanto, não existe um melhor que o outro, mas, sim, o melhor horário para tomar cada um desses suplementos e a utilização adequada conforme o objetivo. Logo abaixo, você verá quais são as suas principais vantagens e desvantagens entre eles!

Vantagens e desvantagens da albumina

Vantagens 

  • Mais econômica;
  • Não possui nenhum tipo de carboidrato em sua composição;
  • Contribui para o processo de ganho de massa muscular;
  • Proteína de alta qualidade.

Desvantagens 

  • Lenta absorção;
  • O sabor não é muito agradável;
  • Pode provocar gases com forte odor.

Vantagens e desvantagens do whey protein

Vantagens 

  • Rápida absorção;
  • Maior variedade de suplementos (concentrado, isolado e hidrolisado);
  • Possui diversas opções de sabores, o que aumenta a sua palatabilidade;
  • Contribui para o processo de ganho de massa muscular;
  • Proteína de alta qualidade.

Desvantagens

  • Maior custo em comparação a albumina;
  • Possui resquícios de carboidratos na composição (lactose);
  • Pessoas que têm intolerância à lactose só podem consumir o whey protein hidrolisado (que é ainda mais caro).

Albumina tem efeitos colaterais?

Os efeitos colaterais da albumina estão relacionados com o consumo excessivo do suplemento. Com isso, ela pode causar alguns problemas, como: gases, diarreia, sobrecarga aos rins e desconfortos abdominais.

Quem não deve tomar?

  • Indivíduos com insuficiência renal e/ou que realizam hemodiálise;
  • Pessoas com pancreatite;
  • Indivíduos com problemas hepáticos (no fígado);
  • Grávidas, crianças, idosos e lactantes devem tomar SOMENTE sob recomendação médica ou nutricional.

E aí, gostou deste artigo? Continue aprendendo sobre os suplementos alimentares clicando aqui!

Conhece a SPIRULINA? Será que ela EMAGRECE? Veja agora quais seus principais BENEFÍCIOS

Devido aos seus inúmeros benefícios à saúde, muitas pessoas têm perguntado se a spirulina emagrece. Uma vez que, ela é uma fonte excelente de proteínas, vitaminas e minerais. Além de outros nutrientes antioxidantes.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitarconsulte Mais informação