Todos que recebem Bolsa Família vão receber o auxílio emergencial de R$ 300? Entenda

Calendário de pagamento para setembro começou ontem e será finalizado dia 30

0
2561
Tenho Bolsa Família e não recebi o auxílio emergencial: o que pode ter acontecido?
Tenho Bolsa Família e não recebi o auxílio emergencial: o que pode ter acontecido? - Imagem: Divulgação Abril

Bolsa Família – No final de junho, o Governo Federal anunciou a prorrogação do auxílio emergencial para mais duas parcelas, as quais foram pagas até agosto. No início do mês (setembro), uma nova prorrogação foi anunciada, com ela a seguinte dúvida foi gerada: “Todos que recebem Bolsa Família vão receber o auxílio emergencial?”

Todos que recebem Bolsa Família vão receber o auxílio emergencial de R$ 300? Entenda
Todos que recebem Bolsa Família vão receber o auxílio emergencial de R$ 300? Entenda

O auxílio pago em razão da pandemia tem ajudado milhares de pessoas em todo o país, uma vez que principalmente a população mais vulnerável foi prejudicada economicamente pela crise.

Desse modo, confira informações acerca e entenda como acontecerá os pagamentos do auxílio emergencial para os beneficiários do Bolsa Família.

Leia também: Consulta pública Bolsa Família: saiba como ter acesso à lista de beneficiários

Todos que recebem Bolsa Família vão receber o auxílio emergencial

Desde abril, quando o auxílio emergencial foi iniciado, os beneficiários do Bolsa Família migraram para a nova pauta. Sendo o único grupo participante de programa social incluído nos atendidos pelo auxílio.

O motivo se deu pelo fato de o valor do auxílio ser superior ao valor recebido através do Bolsa Família, na maioria dos casos.

Desse modo, cerca de 95% dos atendidos pelo programa fundado em 2004, o tiveram substituído temporariamente pelo auxílio.

Sendo assim, todos que recebem Bolsa Família vão receber o auxílio emergencial de R$ 300, desde que continuem aptos ao recebimento; ou seja, para continuar recebendo o auxílio, os beneficiários devem cumprir o regulamento do auxílio.

Portanto, até dezembro o auxílio emergencial continua substituindo o Bolsa Família. Repassando mais quatro parcelas de, supostamente, R$ 300 e R$ 600 no caso de mães chefes de família. Após esse período, o programa retornará às atividades.

Pagamento do auxílio emergencial começou ontem (17)

Começou ontem (17) o pagamento da sexta parcela do auxílio emergencial, para os beneficiários aptos ao recebimento dos valores.

O governo prorrogou o auxílio pela segunda vez e por isso, o auxílio que, a priori, teria três parcelas, passou a ter nove.

No entanto, até a quinta parcela, paga em agosto para quem recebe o Bolsa Família os valores de R$ 600 e R$ 1.200 foram repassados.

Dessa maneira, a partir do pagamento que teve início ontem, o qual diz respeito à sexta parcela, os valores serão reduzidos pela metade; ou seja, os beneficiários receberão R$ 300 e as mães chefes de família terão direito à cota de R$ 600.

O pagamento acontece como nos meses anteriores, de acordo com o dígito final do Número de Identificação Social (NIS). Seguindo este critério, os pagamentos de setembro acontecem da seguinte maneira:

  • NIS com final 1 – dia 17;
  • Final 2 – dia 18;
  • 3 – dia 21;
  • 4 – 22;
  • 5 – dia 23;
  • 6 – dia 24;
  • 7 – dia 25;
  • 8 – dia 28;
  • 9 – dia 29;
  • 0 – dia 30.

Portanto, essas são as datas disponíveis para saque do auxílio emergencial para os beneficiários do Bolsa Família devidamente aptos.

Deixe seu comentário

Grupos do SaúdeLab

SaúdeLab no WHATSAPP
SaúdeLab no TELEGRAM

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here