Mãe solteira recebe quanto na 6ª parcela do auxílio emergencial? Entenda

Alteração no valor do auxílio ainda gera dúvidas em mães solo

0
147
Mãe solteMãe solteira recebe quanto ira recebe quanto
Mãe solteira recebe quanto na 6ª parcela do auxílio emergencial

Mãe solteira recebe quanto na 6ª parcela do auxílio – Desde a sanção da Lei nº 13.982, de 2 de abril de 2020, ficou definido que mães solteiras iriam receber duas cotas em cada uma das parcelas do auxílio emergencial. Isso aconteceria, independentemente do valor ou de quantos meses o benefício permanecesse ativo.

Com a edição da Medida Provisória 1.000/2020, o benefício foi estendido de cinco para nove parcelas e, com isso, foram definidas novas regras. Entre elas está a redução do auxílio para R$ 300.

Leia mais: Auxílio Emergencial de 1.000 dólares? Saiba mais sobre a polêmica

Por conta dessa alteração no valor, surge a dúvida sobre quanto as mães que recebiam R$ 1.200 até a quinta parcela vão receber a partir da sexta.

Mãe solteira recebe quanto na 6ª parcela do auxílio emergencial? Saiba aqui
Mãe solteira recebe quanto na 6ª parcela do auxílio emergencial? Saiba aqui (Foto: Freepik.com)

Mãe solteira recebe quanto na 6ª parcela?

As mães provedoras de família ou mães solo vão receber R$ 600 em cada uma das quatro últimas parcelas do benefício emergencial, chamado de auxílio residual.

Isso porque esse grupo de beneficiárias continua recebendo parcelas com valores dobrados. Então, são duas de cotas de R$ 300 em cada uma das parcelas.

Valor total pago às mães solteiras na soma das nove parcelas

Com cinco parcelas de R$ 1.200 e mais quatro de R$ 600, as mães provedoras de família recebem um total de R$ 8.400 de auxílio emergencial, na soma das nove parcelas – de abril a dezembro.

Leia também: O que é auxílio residual e a quem ele se destina? Entenda agora mesmo

Mas já saiu o calendário da 6ª parcela do auxílio emergencial?

Atualmente, a Caixa Econômica Federal está na metade da fila de repasse da sexta parcela do auxílio emergencial, para beneficiários cadastrados no programa a partir do Bolsa Família.

Para esse grupo, o benefício continua a ser pago entre os dias 17 a 30 ou 31 de cada mês, até dezembro; seguindo, portanto, o calendário definido para o Bolsa Família há mais de dez anos e que é respeitado pela Caixa.

Já os beneficiários que se inscreveram para receber o benefício através do site ou aplicativo, ainda não sabem quando vão receber a sexta parcela.

Contudo, existe a estimativa de que nas próximas semanas o governo federal divulgue o novo calendário para o mês de outubro.

Leia ainda: Mulher fingiu estupro e roubo em Ipatinga para aumentar o número de seguidores em suas redes sociais; entenda

Deixe seu comentário

Grupos do SaúdeLab

SaúdeLab no WHATSAPP
SaúdeLab no TELEGRAM

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here