Diretor-geral da OMS diz que “ainda há esperança” de uma vacina contra o Coronavírus

0
82
Diretor-geral da OMS diz que
Diretor-geral da OMS diz que "ainda há esperança" de uma vacina contra o Coronavírus / Foto: Acervo OMS

Até dezembro deste ano, uma vacina contra a covid-19 pode ficar pronta, conforme afirmou o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, nessa terça-feira (06.10).

Até o momento, 11 imunizações estão na terceira e última fase de testes, em todo o mundo. Várias instituições estão estudando a viabilidade de uma possível imunização.

Vacina
Diretor-geral da OMS diz que “ainda há esperança” de uma vacina contra o Coronavírus (Imagem: Freepik)

Entre eles está a da Universidade de Oxford, do Reino Unido; a CoronaVac, da Sinovac; o imunizante Sptunik V, da Rússia; a norte-americana da Pfizer; e também o modelo da farmacêutica da Johnson & Johnson, da Janssen. O Brasil também está nesta empreitada, por meio de parceria com o Instituto Butantan e também da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

No entanto, sem dar muitos detalhes sobre a disponibilização da vacinação ainda neste ano,  Adhanom pediu solidariedade e compromisso político das lideranças mundiais, para garantir a distribuição igualitária de doses antivirais. E acabar com a pandemia de maneira rápida, eficaz e justa para todos.

Leia também: Pensou em ser voluntário nos testes da vacina russa Sputinik V? Saiba quais são as exigências e restrições

“Vamos precisar de vacina e há esperança de que possamos ter uma vacina até o final deste ano. Há esperança”, disse Tedros em um discurso proferido depois de dois dias de reuniões do Conselho Executivo da instituição.

Vacina contra Covid / Foto: Governo Federal
Vacina contra Covid / Foto: Governo Federal

Vacina e niciativa global Covax

A Covax é a coalizão para assegurar vacina contra coronavírus às nações emergentes. Mas, infelizmente nem a China, nem os Estados Unidos, tampouco a Rússia estão entre eles.

Portanto, em meio a essa disputa, 170 participantes manifestaram interesse em fazer parte desta união, para garantir o acesso igualitário das nações à medida de prevenção.

Por outro lado, 75 deles já se apresentaram como financiadores para desenvolver um “portfólio” de vacina, com as melhores chances de sucesso, informou a entidade.

Fonte: Agência Brasil

Gostou da matéria? Siga nossas redes sociais no Facebook, InstagramTwitter e  Pinterest.

Deixe seu comentário

Grupos do SaúdeLab

SaúdeLab no WHATSAPP
SaúdeLab no TELEGRAM

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here