Hospital Eduardo de Menezes recebe prêmio pela atuação gloriosa durante a pandemia

Hospital foi referência no tratamento do novo Coronavírus no Estado

192
O Hospital Eduardo de Menezes se tornou referência em Minas Gerais por conta do novo Coronavírus
O Hospital Eduardo de Menezes se tornou referência em Minas Gerais por conta do novo Coronavírus (Imagem: Governo de Minas)

O Hospital Eduardo de Menezes, reconhecido como referência nas Minas Gerais pela bela atuação ante a covid-19, recebeu mais uma premiação. A cerimônia para a entrega do “Destaque em Administração 2020”, concedido pelo CRA-MG (Conselho Regional de Administração de Minas Gerais) foi realizada virtualmente em setembro, deixando orgulhosos todos os envolvidos.

A categoria do prêmio foi “Entidades, Empresas ou Organizações da Área da Saúde” e reconheceu os serviços prestados de relevante importância para todos os cidadãos mineiros. Essa atuação ajudou a “desafogar” os outros hospitais do Estado enquanto se deu o enfrentamento do vírus desde que ele chegou ao país.

Leia mais: Ações do Outubro Rosa em BH: a importância da campanha de conscientização

Hospital Eduardo de Menezes tem atuação reconhecida dos profissionais na pandemia

Premiação recebida pelo excelente serviço prestado pelo Hospital
Premiação recebida pelo excelente serviço prestado pelo Hospital (Imagem: Reprodução/Governo de Minas)

Virgínia Andrade, diretora do Hospital Eduardo de Menezes, diz que a atuação de todos os profissionais da instituição foi essencial. Sem a dedicação e cada um deles, receber esse prêmio seria impossível. Ela afirma o quanto é gratificante ter esse reconhecimento e poder repassar para os envolvidos.

Obviamente que vem sendo estressante e cansativo desde o começo dar conta de tantos atendimentos, bem como ser eficiente nas várias novas necessidades de todas as áreas do hospital. No entanto, quando se é visto e premiado, todo o trabalho se torna recompensador, segundo Virgínia.

De acordo com informações da diretora, as equipes assistencial e gerencial se empenharam para elaborar protocolos rígidos de treinamento. Foi isso o que garantiu que pacientes do pudessem ter o melhor atendimento dentro das normas de segurança impostas para o não contágio da doença.

Confira também: Outubro Rosa: as consequências da pandemia para as pacientes que estão em tratamento contra o câncer

A listagem das medidas adotadas é extensa, incluindo delimitação dos espaços, uso adequado dos EPI’s, reorganização interna, bem como ampliação no quadro de funcionários, ampliação dos leitos, etc. Houve também a criação do comitê para gerenciamento da crise, uma vez que se tem a necessidade, em casos de pandemia, de uma atuação maior em conjunto com a vigilância sanitária, criando planos de ação. Assim, é possível ampliar de forma imediata os serviços, segundo as demandas municipais e estaduais.

Pandemia x desafio

Desde que a pandemia começou, foram atendidos mais de 2.400 cidadãos no Hospital Eduardo de Menezes com suspeita de estarem infectados com a COVID-19. Sendo que, destes 2.400 suspeitos, 800 pessoas aproximadamente testaram positivo. A instituição dedicou-se exclusivamente ao tratamento desses pacientes.

Mas, isso são apenas números, pois, atrás disso, existe um contingente grande de profissionais competentes que, durante os últimos meses, se dedicaram a um desafio diário: o de salvar cada uma das vidas que ali chegavam.

Segundo Virgínia, com a pandemia, vieram os aprendizados e os desafios não só em termos de reestruturação do hospital, mas de assistência para funcionários e pacientes. “Atuar durante a pandemia dá a sensação de cumprir um dever civil, mas dá medo”, afirma a diretora. O ritmo do trabalho no Hospital Eduardo de Menezes com certeza foi intenso, em contrapartida, à contar pelo prêmio recebido, foi gratificante.

Gostou desta matéria? Acompanhe nossas redes sociais: Facebook, Instagram, TwitterPinterest.

Deixe seu comentário

Grupos do SaúdeLab

SaúdeLab no WHATSAPP
SaúdeLab no TELEGRAM

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here