Grupos do SaúdeLab

SaúdeLab no WHATSAPP
SaúdeLab no TELEGRAM

Morre o ex-presidente da Índia nesta manhã, após testar positivo para Coronavírus

O ex-presidente da Índia, Pranab Mukherjee, faleceu nesta segunda (31.08), após ter testado positivo para o novo coronavírus. A notícia foi confirmada no Twitter, por seu filho, Abhijit Mukherjee.
Ele estava com 84 anos de idade e foi internado há 21 dias no hospital para remover um coágulo em seu cérebro, quando foi diagnosticado infecção pela Covid-19.

Continue a leitura aqui no blog SaúdeLab.

Saiba mais do ex-presidente da Índia

Mukherjee nasceu em 11 de dezembro de 1935 numa aldeia de Mirati, no estado de West Bengal. Sua formação acadêmica em história, ciências políticas e direito abriu caminho para ingressar política indiana.
Ele foi considerado uma das principais figuras do Partido do Congresso. Mukherjee juntou-se ao partido na década de 1960 durante o mandato da então primeira-ministra Indira Gandhi, que ele descreveu como “sua mentora”.

Além disso, ele ocupou todos os ministérios mais importantes na Índia – comércio, defesa, relações externas e finanças – ao longo de uma carreira política de mais de meio século de duração.

Leia também: Cannabis no tratamento de doenças; entenda como funciona e o andamento de pesquisas

A trajetória do ex-presidente da Índia, Pranab Mukherjee

Em 1986, ele desentendeu-se com a liderança do Congresso e começou seu próprio partido político, mas voltou dois anos depois. Mukherjee também foi amplamente conhecido como um construtor de consenso, uma vez que governos consecutivos antes de 2014 foram construídos em coalizões, este foi um atributo importante e valioso deste político.

No entanto, ele foi preterido para o cargo duas vezes – após o assassinato de Indira Gandhi em 1984 e após a inesperada vitória eleitoral de seu partido em 2004. A ambição maior de Mukherjee, a de se tornar o primeiro-ministro da Índia, nunca foi realizada.

Leia: Minas Gerais tem o 2º maior número de idosos do Brasil; entenda como cuidar da saúde mental e física em tempos de pandemia

Todavia em 2012, quando foi nomeado presidente da Índia, ele foi amplamente reconhecido como o político mais experiente a assumir o cargo.

Um de seus grandes feitos, durante seu mandato como presidente, foi rejeitar quase 20 projetos de lei que lhe foram enviados para parecer favorável. Levando em conta que, a maioria dos presidentes indianos geralmente não rejeitam projetos de lei enviados a eles.

Além disso, ele também rejeitou 30 petições de misericórdia de condenados à morte – a maior, de longe, de qualquer presidente indiano.

Leia a mensagem de Abhijit Mukherjee no twitter, na íntegra, abaixo:

“Com um coração pesado, por informar a todos que meu pai, shri #PranabMukherjee acabou de falecer. Apesar dos esforços dos médicos do Hospital RR & prayers, de orações e ‘prarthanas’ de toda a população da Índia. Eu agradeço a todos vocês!”

Grupos do SaúdeLab

SaúdeLab no WHATSAPP
SaúdeLab no TELEGRAM

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.