Revalida abre inscrições com taxas caras para médicos cubanos. Veja

Tentando fazer o exame novo, a dificuldade de pagar a taxa para inscrição é grande

266
Médicos cubanos têm que trabalhar em outras funções para sobreviver no Brasil
Médicos cubanos têm que trabalhar em outras funções para sobreviver no Brasil (Imagem: Reprodução/Freepik)

O Revalida abre inscrições neste mês de setembro, mais especificamente nesse momento, entretanto, os médicos cubanos estão encontrando grandes dificuldades em pagar a taxa de inscrição.

Isso porque o valor se encontra na faixa de R$ 330,00 e muitos candidatos estão sobrevivendo trabalhando como balconistas, secretárias, entre outras funções com baixos salários.

Armando Madrigal, um desses médicos cubanos, é especialista na Atenção Primária. Contudo, a última vez que ele fez o atendimento de um paciente foi em 2017, em uma cidade do Triângulo Mineiro. O profissional já clinicou na Venezuela, no Haiti e no Paquistão, mas somente agora terá a chance de atender novos pacientes com o edital publicado do Revalida.

Leia também: Colégio Militar retomou as aulas em Belo Horizonte nesta segunda (21/09) ainda com o impasse judicial

No entanto, o médico reclama que a inscrição é cara e só conseguirá pagar com o auxílio da sua esposa. Ele já trabalhou em diversas funções, inclusive em uma farmácia, alegando que tem conhecidos que não terão condições de efetivar a inscrição por falta de dinheiro.

Revalida abre inscrições com taxa abusiva e médicos cubanos trabalham em outras profissões para se manterem no Brasil

O Revalida não acontece desde 2017, mesmo com a legislação prevendo que a prova ocorra de seis em seis meses.

A interrupção aconteceu no ano de 2018, quando Cuba decidiu que sairia deste programa social, afirmando ter havido referências depreciativas, bem como ameaçadoras e diretas por parte do presidente Jair Bolsonaro acerca da presença de profissionais vindos de Cuba no Brasil.

De acordo com a Aspromed (Associação Nacional dos profissionais Médicos), aproximadamente 2 mil médicos ainda estão no país.

Revalida abre inscrições, mas com taxa alta
Revalida abre inscrições, mas com taxa alta (Imagem: Reprodução/Freepik)

Médicos cubanos e as dificuldades para inscrição no Revalida. Acompanhe a seguir

Muitos cubanos, portanto, estão indignados, pois o Revalida abre inscrições, mas a taxa já está selecionando os candidatos antes da avaliação em si.

Além do mais, os profissionais acabam passando por vários obstáculos que os impedem de exercer a Medicina no Brasil e a prova por si só, tem um nível de dificuldade extrema.

Confira mais: Dia Nacional de Luta das Pessoas com Deficiência é comemorado hoje (21/09); confira

Assim, diversos médicos vindos de Cuba, para se manter no Brasil, tornaram-se garçons, secretárias, bem como balconistas. Essa é uma das dificuldades que eles enfrentam para pagar a taxa de R$ 300,00. Alguns dão sorte de serem contratados em vagas temporárias para cooperações internacionais como médicos intercambistas, mas estes casos são raros.

Para muitos, o Revalida abre inscrições, o que se esperava desde 2018, mas nessa configuração acaba sendo uma barreira, e deixa de ser um caminho que gera integrações. Nenhum médico cubano diz desejar que as provas sejam mais fáceis, mas sim, que haja um valor justo, tal como, taxas mais acessíveis.

Afinal, eles desejam atuar no Brasil, e vislumbram condições de exercer a profissão para seguirem suas vidas no país, primando ainda por mais qualidade e acesso ao atendimento na Atenção Primária de Saúde, um lugar onde muitos médicos brasileiros rejeitam, iinfelizmente.

Gostou desta matéria? Acompanhe nossas redes sociais: Facebook, Instagram, TwitterPinterest.

Deixe seu comentário

Grupos do SaúdeLab

SaúdeLab no WHATSAPP
SaúdeLab no TELEGRAM

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here