Dieta do Shake: O que é? Como Fazer?

Como fazer a dieta do shake e como emagrecer rápido

dieta do shake

Existem tipos diferentes de batidas para ajudar você a perder peso. As mais tradicionais são aquelas que você pode usar como substitutas para uma das três principais refeições. Esse é o objetivo da dieta do shake, que consiste em utilizar os substitutos de refeição como alternativa para emagrecer mais rápido.

Os shakes usados na dieta são geralmente mais fibrosos e têm poucas calorias, daí que seja importante você saber qual o melhor shake para emagrecer. Os shakes devem ser sempre ingeridos com leite desnatado, leite vegetal ou leite de soja. São batidas saborosas e fáceis de preparar.

Já os shakes de whey ou termogênicos não servem para a substituição da refeição. Eles precisam ser ingeridos antes ou depois de você fazer exercícios físicos. Para uma melhor performance, procure praticar esportes mais aeróbicos.

Shake emagrece quantos quilos por semana?

É possível perder peso apenas trocando seu café da manhã, almoço ou janta por um shake. Mas isso também vai depender do resto da sua dieta. Não adianta nada tomar uma batida no almoço se ao jantar você comer um hambúrguer com batata frita!

O shake exige disciplina para atuar no seu organismo. É como fazer uma dieta, porém é um pouco mais simples e fácil, porque você não precisa mudar muitos pontos no seu dia a dia. Experimente fazer essa troca aos poucos.

Primeiro use o shake à noite, no lugar do jantar. Quando estiver mais habituada, pode inserir uma segunda batida diária. Mas atenção, nada de fazer isso sem consultar um médico ou um profissional de saúde.

Como fazer dieta do shake?

como fazer dieta do shake

Independentemente se você deseja fazer a dieta do shake Hinode ou a dieta do shake Herbalife, todos os planos alimentares têm por base os mesmos princípios. O que vai mudar é a qualidade do shake que você escolhe como substituto de uma refeição.

Para que a sua dieta dê certo, é preciso que você tenha em mente o shake para substituir refeição. Se você não se sentir saciada após o shake, não deve comer mesmo assim, pois já ingeriu as calorias e nutrientes necessários para aquele momento.

Após a ingestão do shake é crucial que você beba bastante água. Os shakes dietéticos são muito ricos em fibras e as fibras precisam de água para serem digeridas pelo organismo. Sem água, você corre o risco de ficar trancada e com dificuldades de ir ao banheiro, por exemplo, sem falar no inchaço.

Procure manter uma garrafinha de água com você. Use a sua pulseira inteligente ou o seu celular mesmo para lembrá-la de tomar água várias vezes por dia. E pegue leve nas outras refeições! Se o seu foco é perder a barriga, não adianta tomar shake emagrecedor no almoço e jantar pizza.

Dieta do shake: cardápio

Para uma dieta bem-sucedida, aposte em um cardápio mais saudável, com menos carboidratos e mais vitaminas, minerais e proteínas. Se você tem dificuldade em se organizar para montar um cardápio, veja abaixo a nossa sugestão:

Café da manhã

O café da manhã é a refeição mais importante do seu dia. Opte por ingerir dois ovos cozidos, comer um pedaço de fruta à escolha e uma xícara de leite vegetal com café sem açúcar. Isso vai manter você saciada por muito mais tempo.

Almoço

O almoço ideal da dieta do shake é assim: divida seu prato em três partes iguais. Uma dela deve conter uma fonte de proteína, como carnes brancas e magras, ovos ou cogumelos. As outras duas partes devem ser complementadas com legumes e folhas.

Para perder peso com qualidade, aposte nas folhas mais escuras, como espinafre, couve e rúcula. Para os legumes, escolha opções menos calóricas, como chuchu, vagem, abobrinha e berinjela.

Jantar

Tome o shake da sua preferência e não coma mais nada, apenas beba água ou chá sem açúcar.

Lanches

Nos intervalos, a cada três horas, convém comer alguma coisa. Por que comer intervalado? Porque isso faz com que você coma menos durante as outras refeições e fique com menos fome ao longo do dia.

Para não cair em tentação, a nossa dica é varie entre fruta, iogurte e gelatina sem açúcar. Procure frutas como melão, melancia e pera, que possuem mais água e menos calorias. Evite os iogurtes gordos e com muitos conservantes.

Malefícios dos shakes para emagrecer

Os shakes não causam grandes problemas à saúde. Porém convém ressaltar alguns pontos. Pessoas com hipertensão, mulheres grávidas ou lactantes, crianças e idosos não devem seguir esse tipo de tratamento.

Se você está acima do peso e não é de nenhum grupo de risco também precisa ficar ligada. Muitos shakes possuem conservantes e podem ter uma dose alta de sódio. Leia os rótulos antes de escolher.

O excesso de sódio pode levar a hipertensão ou causar cálculo renal a longo prazo. No dia a dia, tomar os shakes ocasionalmente não deve causar nenhum tipo de efeito colateral.

Outro problema desse tipo de alimento é o efeito rebote. As batidas são feitas para causar saciedade. Quando você mistura o pó no leite, as fibras se expandem e ao beber isso demora para ser digerido. No entanto, não funciona para todo mundo. Algumas pessoas, mais especificamente as com compulsão alimentar, podem não se sentir satisfeitas.

Comer depois de tomar o shake engorda. Então, se você não se adaptou ao estilo de dieta, não insista. Ou poderá ganhar peso em vez de perder!

E não se esqueça que é preciso beber muito líquido, como falamos acima, pois as fibras dobram de tamanho e dependem da água para passar pelo trato intestinal. Se você não tem o hábito de beber água, pode acabar com prisão de ventre!

Existe dieta do shake caseiro?

Sim! Você não precisa comprar um shake pronto, pode simplesmente fazer o seu. Mas lembre-se que assim você corre o risco de colocar alimentos na sua batida que podem ser prejudiciais para a sua dieta, como cacau em pó adoçado, por exemplo.

Para fazer o shake caseiro, é bom consultar receitas profissionais de nutricionistas credenciados. Cuidado com as receitas disponíveis na internet, nem todas funcionam em todos os casos.

 

 

 

 

 

Crédito das imagens: Freepik